Blog do Sonho Eterno

Saudades da adolescência?

Posted on: 9 de agosto de 2009

Sempre tive vontade de escrever um livro, não que ache que tenha algum valor literário em meus textos, porém algumas pessoas sempre me incentivaram a escrever, justificando que gostam de ler meus textos. Passei algum tempo pensando num tema para meu livro. A priori pensei em escrever sobre moda, seria o tema mais obvio para mim. Porém, me observando mais um pouquinho, descobri algo que faço melhor do que moda, ou seja, as formas que arrumei de afastar as pessoas de mim. Num próximo post sobre o assunto falo um pouco mais sobre minha idéia, que ainda não esta fixa em minha mente, pode ser que se torne um livro de auto-ajuda engraçado, um não-ficção ou até uma declaração de amor. Aguarde!

Para escrevê-lo, além de ler livros com temas parecidos, porque até agora não achei nada igual, entrevistei algumas pessoas presentes em minha adolescência para falar um pouquinho de quem eu era naquela época. Farei outras pesquisas comportamentais e vou compartilhando os resultados com vocês, meus leitores.

Abaixo, as repostas das minhas primeiras entrevistas. Ainda faltam pessoas muito importantes responderem como a Fernanda, Lais, Vanessa, Marta e até minha mãe. Vou aguardá-las…

O que achava de mim entre os 14 e 19 anos?
Cecilia:
Um docinho.
Fabio: Você tinha uma índole forte e suas atitudes sempre causava espanto nas pessoas.
Fred: Chatinha.
Juliana: Você era umas das minhas melhores amigas, gostava muito de você e da sua companhia, pois você era amiga, companheira, atenciosa, alegre, extrovertida, falante, risonha, criativa e sempre colocava as pessoas pra cima.
Tadeu: Te achava doidinha.. E curtia quando nos fazia passar vergonha.

Essa eu não sabia Tadeu! Olha as respostas da Juliana, tá vendo? O que para um era legal para o outro era péssimo!

Terezinha: Uma jovem adorável.

Quais eram minhas principais características?
Cecilia:
Timida, alegre, bonita e de personalidade forte.
Fabio: Você era alta (meio desengonçada), magra (de longe se enxergava), tinha cabelos encaracolados, era concentrada no que fazia, gostava de desenhar (mau, mas desenhava…Agora melhorou bastante).
Fred: Engraçada.
Juliana: Extrovertida e louca!
Tadeu: Alto astral, segura de si e auto-confiante.
Terezinha: Amiga, criativa, estudiosa e com alguns valores diferentes da maioria das jovens de sua idade, como por exemplo, “ficar” com um garoto somente por ficar.

Qual era nosso tipo de relacionamento?
Cecilia: Primas e amigas.
Fabio: Víamos-nos pouco, somente em finais de semana e às vezes quando íamos ao Camping.

Nossa, para mim, eu te via muito… tá vendo como é uma coisa de percepção?

Fred: Igual ao de hoje.
Juliana: Éramos amigas da escola e do inglês.
Tadeu: Fomos de amigos a grandes amigos.
Terezinha: Estávamos juntas com muita freqüência. Freqüentávamos o mesmo centro de lazer.

O que não gostava da minha personalidade?
Cecilia: Tínhamos alguns atritos, mais não me lembro de não gostar de algo.
Fabio: Você era muito possessiva.
Juliana: Algumas saias justas que você me colocava….
Tadeu: Não era muito maleável.
Terezinha: Intelorência.

É Tadeu e Terezinha, acho que a coisa não mudou muito, né?

Como eu lidava com os paqueras?
Cecilia: Não lidava… (namorava o Lingüiça não é ?)
Fred: Judiava.
Juliana: Vixe, são tantas histórias que é difícil de lembrar….mas lembro de uma vez, logo que você tirou carta que fomos com o seu carro e ficamos rodeando a casa do Hugo várias vezes num mesmo dia até ele perceber. Lembro também de cartas que você escrevia e de uma vez que fomos para uma balada eu, você, ele e um amigo, você não quis ficar com… e lembro também das ligações que a Marta fazia pra ele em seu nome…
Tadeu: Você tinha uma legião de fãs, e os ignorava. Mas se correspondia com eles sem problemas, via cartinhas.
Terezinha: Devido a sua timidez, com muita dificuldade…para “você” e para “eles”.

Fiquei “me achando” com a resposta do Tadeu. Meu pai e a Terezinha responderam com maestria essa daqui. A Juliana foi a mais detalhista… me deu saudades…

Você me achava feia ou bonita? Magra ou gorda? Legal ou chata? Louca ou normal? Tímida ou extrovertida?
Cecilia: Bonita, gostosa,legal, tímida algumas vezes, extrovertida em outras.
Fabio: Bonita, magra, chata, louca e tímida.
Fred: Bonita, magra, meio legal, louca e tímida.
Juliana: Sempre achei você muito bonita, magra, legal, extremamente louca e extrovertida!
Tadeu: Normal, normal, legal, louquinha e muito extrovertida.

Tadeu, você esta louco? Eu não era normal, eu era magra. Estava 9kg abaixo do mínimo que era considerado o meu peso ideal. Meu IMC era 16 e eu era exatos 20kg mais magra do que sou hoje. Então agora, me considera com obesidade mórbida!

Terezinha: Linda, magra, legal, normal e tímida.

Você acha que eu tinha amores platônicos? Se sim, lembra de algum ou alguns?
Cecilia: Marcio verde.
Fred: Lingüiça.
Juliana: Sim, me lembro do Hugo.
Tadeu: Não sei se eram. Sabia dos seus “alvos”, mas não acho que poderiam ser considerados platônicos.
Terezinha: Sim Marcio, que freqüentava o Camping Cabreúva.

Dessa vez, creio que o Tadeu esta certo, porque fazia questão que todos soubessem dos meu interesse.

 

Você lembra o que eu fazia para conquistar os meninos que eu gostava? Se sim, me conta o que lembra.
Cecilia: Ligações de madrugada e persegui-lo pelo camping.
Fabio: Sim, jogava pedras e dava atolões.
Fred: Mexia com eles através de outras pessoas.
Juliana: Bom, acho que já respondi acima…
Tadeu: Eu não sei. .Talvez distribuía bilhetes com seu telefone e desmaiava na frente de carros.
Terezinha: Juntava sua turma e ficava “torturando” o pseudo paquera. Transmitia alguns sinais de interesse e depois os ignorava totalmente.
O que você acha que eu fazia que tinha certeza que nunca conquistaria alguém? Sua timidez, transmitia um profundo “desinteresse” pelos “interessados”.

 

O que você acha que eu fazia e tinha certeza que nunca conquistaria alguém?
Cecilia: Sempre foi fechada a paqueras, quando tinha interesse ficava tímida e não demonstrava nada ou bem pouco, agora quando não estava interessada na paquera coitada dos moços.
Fred: Slave.
Tadeu: Acho que em alguns momentos que ficava irredutível, poderia complicar pra quem quisesse se aproximar de você e não te conhecesse bem.
Terezinha: Sua timidez, transmitia um profundo “desinteresse” pelos “interessados”.

Talvez, com essas respostas de como lidava com meus amores já dá para se ter uma noção de como eu era. Abaixo o perfil e fotos dos entrevistados até o momento.

 


Não tinha foto dele, sorry.



Anúncios

No Responses Yet to "Saudades da adolescência?"

tttteeeee aaaammmmooooooo

Eu também!

[…] -Comecei a escrever um livro sobre minha vida. Entrevistei vários amigos, algumas respostas coloquei aqui. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: