Blog do Sonho Eterno

Catedral Metropolitana de Brasília

Posted on: 6 de outubro de 2009

Meu pai estava ansioso para nos mostrar essa catedral, que segundo ele, se a gente cochicha algo num lado da igreja, por conta da arquitetura, pode ser ouvido do outro lado. Porém não pudemos testar, a catedral estava em reforma, então no lugar dos bancos, cadeiras. E como estava acontecendo uma missa, uma mulher com cara de mal humorada nem nos deixou colocar nosso Le cheval lá.

Localizada no eixo monumental, foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurada em 31 de maio de 1970, onde apareciam somente a área circular de 70 metros de diâmetro, da qual se elevam 16 colunas de concreto (pilares de secção parabólica) num formato hiperbolóide, que pesam 90 toneladas. O engenheiro Joaquim Cardozo foi o responsável pelo cálculo estrutural que permitiu a construção da catedral. Na praça onde fica a igreja, tem quatro esculturas de bronze que representam os evengelistas, com cerca de 3m cada uma. Essas esculturas foram feitas por Alfredo Ceschiatti, com a ajuda de Dante Croce, em 1968. No interior da nave, estão as esculturas de três anjos, suspensos por cabos de aço. As dimensões e peso das esculturas são de 2,22 m de comprimento e 100 kg a menor; 3,40 m de comprimento e 200 kg a média; e 4,25 m de comprimento e 300 kg a maior. As esculturas são de Alfredo Ceschiatti, com a colaboração de Dante Croce, e são de 1970.

A cobertura da nave tem um vitral composto por 16 peças em fibra de vidro em tons de azul, verde, branco e marrom inseridas entre os pilares de concreto. Cada peça insere-se em triângulos com 10m de base e 30m de altura e foram pintados por Marianne Peretti em 1990. O altar foi doado e a imagem da padroeira Nossa Senhora Aparecida é uma réplica da original que se encontra em Aparecida aqui no estado de São Paulo.

Além de não podermos ter visto os anjos de Alfredo Ceschiatti, batistério, o altar, não vimos o quadro Via Sacra de Di Cavalcanti, que estava guardado por conta da obra.


Gostei também do campanário composto por quatro grandes sinos, doado pela Espanha, que completa com maestria o conjunto arquitetônico.

A catedral está aberta todos os dias para visitas, com exceção dos horários da missa, poi por isso, inclusive, que não pudemos entrar.

Me siga também no Twitter.

Dicas de uma inexperiente:

  • Brasília é um planalto, venta muito. Eu só levei vestidinhos curtos, mas não é uma boa escolha, acho que meu bumbum ficou a mostra muitas vezes.
  • Não se esqueça de passar filtro solar, essa dica vale para todos os dias, em qualquer lugar, mas lá é muito quente, o sol é de rachar.
  • O clima é quente e seco, sendo assim, sempre tenha uma garrafinha de água em mãos para se hidratar. Se morasse em Brasília teria que ter um rinossoro na bolsa para toda hora umedecer o nariz. A gente que vive na terra da garoa, meio que sofre lá. O bom é que as roupas não devem mofar no guarda-roupas como acontece no litoral.
  • Como é uma igreja, não é de bom tom usar roupas curtas e decotadas. Tem até uma placa na entrada, com uma mulher feroz, assegurando que isso não aconteça.
Anúncios

No Responses Yet to "Catedral Metropolitana de Brasília"

[…] Dragões da Independência, Memorial JK, Praça dos Três Poderes, Congresso Nacional, Catedral Metropolitana de Brasília, Hotel Alvorada, Torre de TV, Ponte JK, Alvorada City Tour e Turismo […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: