Blog do Sonho Eterno

Conheça Pirenópolis

Posted on: 14 de junho de 2010

No final de semana fui com meus pais para Pirenópolis, uma cidadezinha simpática do interior de Goiás. Embora a ausência do mar, o clima e a arquitetura, aquelas casinhas antigas que a porta já tá para a rua, me lembraram Paraty, um dos lugares mais fantásticos do Brasil.


Fomos de avião até Brasília e alugamos um carro no aeroporto. Aqui fica a dica, como a Localiza é a Cia de aluguel de carro mais famosa, é a mais cara e com os carros mais surrados. A primeira vez que fomos para lá, alugamos um carro 1.0 na Localiza. Dessa vez alugamos numa que chama Alpha. Por um preço inferior levamos um Fox 1.6, num estado muito melhor.


Pirinópolis é uma cidadezinha de interior. Sua gente, sem exceção, todos que nos atenderam nas lojas e nos restaurantes foram extremamente educados e agradáveis. Coisa até que achamos um diferencial. Brincamos que em Piri todo mundo era bem educado.

Esse rio fica bem no centro da cidade e é limpinho. As pessoas de esbaldam nele e fazem piquenique em suas margens. Às vezes penso que esse sossego que é qualidade de vida. Se a gente fica assim à toa em São Paulo, corre o risco de ter até as lingeries roubadas.

Ficamos hospedados numa pousada chamada Vila Bia. No cartão de boas-vindas do quarto eles se gabam que o local foi um dos cenários da novela Estrela Guia, aquele fracasso estrelado pela cantora Sandy. Quem se lembra? De fato o terreno é bem pitoresco, mas acho que perde no atendimento e no quarto.

Em pleno outono, e fazia frio, em nosso quarto só tinha uma coberta para 3 pessoas. O edredom era tão fino, tão fino que só senti a parte de algodão surrado, aquela parte acolchoada de dentro da coberta há muito tempo não deveria existir. Com medo de passar frio, fomos pedir mais uma coberta. A moça da recepção falou que ia ver se tinha. Como assim? Uma pousada no meio do nada não tem cobertor? E voltou com outro edredom um pouco mais surrado e fino do que tinha no meu quarto. Tivemos que colocar roupas, não roupas confortáveis de dormir, mas roupas de passear para dormir e não passar frio. Não recomendo a pousada ao menos que vá ao verão ou leve seu próprio cobertor.


Almoçamos num restaurante chamado Bistrô do Cheff e fomos atendidos por um amorzinho de pessoa, o Leo, que era todo prestativo e nos contou várias histórias sobre a tradicional festa do divino. A comida também de primeira e muito bem apresentada. Claro que não consegui comer todo esse patrão de penne, mas confesso que estava uma delícia.


Essa mascara estava no finalzinho do restaurante e ainda não foi usada, por isso não tem o olho vazado. O Leo nos contou que ele fica um ano se preparando para a festa. Deve ser mesmo, porque a festa tinha sido há uma semana e ele já estava com uma mascara nova!


Andando pelas ruas de pedras da cidade, achei uma sorveteria com sorvetes deliciosos e exóticos. Provei três sabores, mas super recomendo o de mirtilo. Coloquei a foto da frutinha ao lado da foto do local, para quem não conhece. Essa é uma das minhas frutas favoritas. Em NYC vende em qualquer esquina e eu me empanturro delas. Amo muito. O sorvete, como era de esperar, é maravilhoso. Em cada cidade eu tenho uma sorveteria que gosto e elejo o melhor sorvete, em Paraty, por exemplo, o sorvete da vez é o de gengibre… huuuuum! Doce e ardido. Muito gostoso.


Lá tem uma igrejinha, na verdade uma capela, que era privada e hoje em dia é um museu. O curador, muito querido por sinal, estava muito desgostoso dizendo que relíquias da cidade foram vendidas para um investidor paulista a preço de banana e que um dia eles recuperariam as peças que foram vendidas… bom, se foram vendidas, ainda que por preços injustos, os objetos são de quem comprou, né?


Para não perder o hábito e homenagear o santo de ontem, uma fotinho dele o casamenteiro.


As moradias de Pirenóplois são em sua maioria dessas que a porta dá para a rua, sem portões. Acho uma graça, fora que uma cidade onde se é possível viver assim, os índices de criminalidade devem sem bem baixos. O único pormenor a meu ver, pelo menos para a gente da cidade grande é o tédio.


Adoro esses negócinhos de metais. Queria comprar um de cada.


Jantei num restaurante chamado Lua Cheia. A fachada dele é bem interessante, toda iluminada por lustres que realmente lembram a lua. Como ele fica mais afastado do burburinho, percebi que é freqüentado pelos locais, porque todo mundo que chagava se cumprimentava. O atendimento é bem simpático, as comidinhas deliciosas e o que achei fofo é que para todo mundo eles oferecem um tira-gosto de jiló, nunca comi um jiló gostoso na vida, foi a primeira vez. O garçom nos disse que é uma invenção local para um concurso de gastronomia.


Andando pelas ruas de Pirenópolis achei esse gatinho, adoro gatos, fiquei um tempão brincado com ele.


Olha só o que encontrei mais afastado da parte boa da cidade. Uma igreja Mundial, aliás, encontrei essa igreja ao longo de toda rodovia.


Achei pitoresco, a delegacia da cidade ficou o tempo todo fechada.


Olha a danceteria, muito várzea, vai fazer um negócio desses em São Paulo que é garantia de fracasso. Aqui as boates são lindíssimas, com fachadas opulentas e bem decoradas, vide o Itaim ou a Vila Olímpia.


Nosso hotelzinho em Brasília.Voltamos para o DF no domingo de tarde, porque íamos embora na segunda bem cedinho, afinal de contas, trabalhar é preciso!

Para finalizar, uma foto no Congresso Nacional, quem for a Brasília super recomendo uma visitinha lá durante o dia para conhecer. O local é lindo e bem interessante por dentro. O visitei noutra oportunidade, é claro. Nessa noite da foto tinha umas pessoas acampadas bem em frente ao congresso, não sei se eram ciganos ou sem-teto. Vi alguns manifestantes com uns bonezinhos verdes, mas me deu um pouco de medo.

Anúncios

No Responses Yet to "Conheça Pirenópolis"

Uia, uma pousada com o meu apelido? Aeee…

[…] a mente consumista é fogo! Como sabem, fui recentemente para Pirenópolis, comprei alguns aretesantos, nada de novidade, afinal de contas, quase tudo a gente encontra em […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: