Blog do Sonho Eterno

Archive for dezembro 2010

Vocês acham que somente a Globo faz retrospectiva? Eu também faço, gosto de relembrar os fatos que marcaram minha vida no ano, demorei horas preparando esse post, espero que gostem.

Viajei pela primeira vez de primeira classe indo para Nova York, meu lugar favorito do mundo. Se não fosse tão apegada a minha família, moraria lá. Nessa última viagem passei um mês inteirinho na Big Apple.

 

Não passei o natal em NYC, mas cheguei a tempo de ver a decoração de natal da cidade. A da foto acima é da Macy’s, as vitrinas que estavam escandalosas, mas não tirei nenhuma foto, tinha fila para chegar perto, de tanta gente querendo registrar o momento.

 

Assisti no Radio City o espetáculo de natal Rockettes, o qual já escrevi aqui.

Peguei dias muito frios em NYC, o pior foi -10 graus célsius com a sensação térmica de -16! Nesse dia nevou, foto feita em Downtown, pertinho da Century 21.

 

Mandei um cartão postal por dia para meu pai que ficou aqui no Brasil. Nós dois colecionamos cartões postais. Até postei alguns cartões que recebi esse ano do meu primo Christiano aqui, outro da Anandini aqui e do meu pai aqui.

 

Visitei a estátua da Liberdade, também já falei sobre isso aqui. Confesso que nunca passei tanto frio como nesse dia. Era janeiro, um mês que faz frio pelas bandas de lá e antes de entrar no barco que leva ao parque onde está a estátua, temos que ficar numa longa fila. No frio é congelante.

 

Me apaixonei pelo Bryant Park. Já fui várias vezes para NYC, somente dessa me dei conta como esse local é bacana.

Minha mãe e eu, MAC’s lover iamos todos os dia a loja MAC, compravamos coisas todos os dias mesmo e não é modo de falar. Olhava alguém na rua com sombra cinza e pensava “-Amanhã vou usar uma sombra dessa cor”. E lá iamos nós comprar duas ou três sombras na cor idealizada, por exemplo.

 

Eu fui reconhecida em NYC. Esse senhor da foto estava hospedado no mesmo hotel que a gente e no elevador disse que tinha visitado meu blog várias vezes para pegar dicas da cidade. Fiquei toda vaidosa, mas na hora da revelação fiquei um pouco tímida. Contei mais sobre isso aqui.

Em NYC as pessoas comumente tiram foto com os policiais eu também tirei. Dedico essa foto ao meu namorado.

 

Ganhei Maha-Prasada das deidades do Brooklyn.

Tirei foto com o nacked cowboy que fica em Times Square, bem em frente ao hotel que fiquei hospedada por um mês inteirinho!

Fui ao MoMA para ver a exposição do Tim Burton, comprei postais e um cartaz do artista. Me encantei com o trabalho de desenhista dele. Valeu muito a pena.

Fui ao templo da ISKCON, com as deidades instaladas por Srila Prabhupada todos os domingos. Foi um programa espetacular que fazia sempre com mamãe.

 

Em NYC comi os melhores doces do mundo. Acho que é por conta do leite mais saboroso, daí as coisas ficam mais gostosas, não sei.

As águas dos lagos do Central Park estavam completamente congeladas. Veja atrás de mim, é um lago, mas parece um pátio de concreto. Quis muito andar no gelo, mas minha mãe não deixou. Tinham placas dizendo que isso poderia ser perigoso.

 

Pela primeira vez fui a um jogo de Hockey, fiquei impressionada, sai porrada de verdade. Fiquei tão empolgada que até falei sobre aqui.

 

Fui com meu manto corintiano e fiquei torcendo para o time local que nem uma louca, um senhor do meu lado disse que era assim mesmo, que o time de Nova York era apaixonante. Mas ele não sabia, eu gritava sempre que os jogadores se estranhavam “porrada, porrada”…

Sim, fomos para a praia em New Iorque, a praia de Coney Island, que no verão fica mais lotada que feriado em Guarujá, nos dias frios como o da foto é ótimo para passear, ver um pouco de natureza, tomar sol (sim a gente sente muita a falta do sol) e curtir a campainha, no caso, minha mãe.

 

Olha a roupa que fui para a praia, casacão (ele é tão pesado, que nunca usei no Brasil), umas 4 blusas de lã, calça jeans, meia calça fio 80, botas longas, cachecol e protetor auricular. Aqui vale falar, eu sinto muito frio nas orelhas, a touca não é suficiente, acho que deixa passar friagem, em temperaturas muito baixas sempre uso esse protetor, não é charme não, até porque, não acho bonito. É um acessório 100% funcional.

Assisti vários musicais, no da foto estou no saguão do “Rei Leão”, que tem uma vista linda pra Times Square.

Conheci meu restaurante favorito em Nova York. Atendimento bom, preço justo e foi o único lugar que ganhamos alguma coisa, já quem em NYC paga-se até o papel higiênico que usamos no banheiro. Lá ganhamos várias vezes sobremesas, aliás, viramos clientes preferenciais, quando não almoçavamos lá, no dia seguinte o garçom nos questionava o que teria acontecido.

 

Fizemos vários Jonnathan’s days. O que seria isso? Esse rapaz da foto trabalha num restaurante muito legal da região da Times Square, ele é nosso cantor favorito, fomos várias vezes ao restaurante ouví-lo tocar mas não tivemos sucesso, ele sempre estava trabalhando noutro ambiente.

Mesmo a contragosto de minha mãe, fomos ao museu do sexo. Achei o preço da entrada alto demais para o que encontramos lá dentro.

Aprendi a usar máquinas de lavar e secar. Fiz até um tutorial sobre isso aqui no blog. A princípio comprei muitas roupas para usar em NYC, não consigo repetir roupas que tocam em minha pele, os casacos até que tudo bem. Embora estivesse amando comprar tanta roupa tinham dois problemas, o dinheiro que ia acabar e a logística, embora tivesse direito de carregar 3 malas grandes dentro do bagageiro do avião, o espaço era limitado. Voltei ao Brasil com as malas lotadas, tanto que no aeroporto de São Paulo o carrinho de malas não andava para frente por causa do peso, passei pela polícia federal e pelo desembarque de costas.

 

Acendi uma vela para Santo Antônio na Igreja de St. Patrick, que fica bem no coração da 5a avenida e é uma das igrejas mais velas que já entrei. Tem um orgão com um sonho maravilhoso, até uma simples missa em Nova York, parece espetáculo da Broadway.

Fui a um jogo de basquete da NBA pela primeira vez, fiquei impressionada como os jogos são sem graça. Como a platéia é xoxa, eles ficam colocando música alta e pedindo para a plateia gritar e bater palma para aparecer na TV como se fosse um jogo super divertido. Fora que cada pausa do jogo, entram meninas dançando, propaganda, shows… o que perde um pouco o ritmo do jogo. Não gostei.

 

Participei do DNAV, ou seja, o Dia Nacional da Ação Voluntária. Sou voluntária de um projeto lá do trabalho que cuida de crianças carentes. Ficamos parte de um domingo levando brincadeiras a essas crianças e foi muito divertido.

Fui para Goura Vrindávana com a Edenusa e essa é a nossa única foto nossa, eu de costas e ela de lado.

A última vez que fui para Goura o templo estava dessa forma.

Revi meus amigos de Caraguatatuba, depois de um tempão… e já estou com saudades de novo.

O Leonardo voltou a cantar, o primeiro show foi na Praça Elis Regina, em São Paulo eu fui. Nesse dia também revi meu tio Wilson, fazia anos que não o via.

 

Conheci o Júnior, um amiga em comum nos apresentou e eu nunca imaginei que em pouco tempo nós ficaríamos tão ligados assim.

Meu pai me deu um carro novinho em folha.

O filme da Alice, para mim, era o filme mais esperado do ano, tanto que fui a estréia, mesmo levando o maior cano da menina que me convidou para ir ao cinema no dia. Mas confesso que não achei o filme grandes coisas não. Ainda prefiro a versão da Disney.  

 

Meu irmão foi promovido no trabalho, para alegria geral do pessoal de casa.

Meu pai fez aniversário e uma festa aqui em casa.

Visitei Pirenópolis, lá em Goiás. Cidadezinha simpática e cheio de bicho grilo. Fui com papai e mamã.

Também aproveitei o ensejo e dei uma passadinha básica em Brasília. Dona de uma arquitetura fenomenal.

Bem no dia nos namorados fui a um show do Richard Marx com a Lais.

E passei o maior vexame, afinal de contas, show romântico no dia dos namorados… as pessoas deviam imaginar que éramos sapatonas.

Brincamos de festa junina no trabalho.

Assisti vários jogos da copa do trabalho. Tá… nem foram tantos assim, o Brasil se desclassificou rápido demais.

Minha amiga Juliana (noiva abaixo) fez de sua festa de aniversário um arriá super divertido. Dei muito risada nesse dia…

Meu irmão e meu primo Leo tornaram-se melhores amigos, chegaram ao cumulo de dormirem bem juntinhos.

 

Fernanda, Lineu e eu fomos para Varginha, para o meu grande encontro com o Junior. Meus amigos Fe e Li são ótimos companheiros, pessoas que quero guardar para toda vida.

 

Nosso primeiro beijo foi no elevador, havia me esquecido disso, ele que lembrou, e já começamos a namorar. Amo ter um namorado alto, é muito mais gostoso de abraçar e a gente não precisa privar-se de salto. Embora seja alta, amo sapatos deslumbrantes e altos.

Fiz um aniversário surpresa para meu irmão. Ele estava de férias em Nova York e chegou ao Brasil dois dias após o aniversário, quando ele chegou, amigos e parentes queridos estavam em casa para recebê-lo. Tive o cuidado de fazer todas as comidinhas que ele mais ama.

 

Após um grande susto, descobrimos que a saúde da Fernanda não estava abalada e meu pai quis fazer um jantar para comemorar. Esse dia estávamos muito felizes, pois minha amiga tinha superado uma fase muito complicada de sua vida.

 Fiz uma camiseta baseada na série “Amar é…” com características minhas e do meu namorado para buscá-lo na rodoviária. Quando ele me viu, não percebeu logo de cara a homenagem, tive que falar e ele ficou todo vermelho.

Fomos para o Rio de Janeiro para comemorar o aniversário da Dioney. Essa foi a única foto dos 5 paulistanos que foram para terras cariocas.

Foto da aniversariante, minha prima para lá de querida.

Viajei pela primeira vez com o Júnior.

Foram momentos mágicos e que com certeza ficarão guardados para sempre na minha memória e no meu coração.

 

Aprendi fazer pão de queijo sem ovos para oferecer ao meu namorado, mas depois descobri que ele não ama tanto assim essa “peculiaridade” mineira, embora ame ser mineiro.

Fui pela primeira vez para São Tomé das Letras, outra cidade cheia de bicho grilo. Foi um dos dias mais gostosos que passei com o Júnior de todo o tempo que namoramos. ´

E foi lá que demos o beijo-de-pôr-do-sol mais gostodo de nosso namoro. Foi um dia bem romântico e quero repetir.

Fui selecionada para mudar de setor dentro do trabalho. Houve quem ficasse com inveja, mas no final deu tudo certo. Minha mesa é onde tem essa menina de cabelos longos…

Meu primo, após um longo namoro, casou com a Monalisa numa cerimonia super bonitinha e toda família desejou felicidades ao casal.

Eu usei um vestido feito por mim na festa, todo de bolinha, bem moderninho mesmo…

Desde que comecei namorar a Edneusa quis se afastar de mim, o que me deixou bastante triste.

 

Minha família e o Júnior fomos todos juntos ao SWU.

Defini o tema da minha festa de aniversário e fiz os convites.

Meu primo Ramon se  casou em Sorocaba com a Natália, fiquei bem emocionada durante a cerimônia.


Bhakti Dhira Damodara Swami veio ao Brasil e bateu o maior papo com o Júnior. Fiquei toda orgulhosa da fluência do meu namorado em inglês. Te amo, meu amor!

 Preparei um pic nic todo fofo para fazer no parque, levei minhas louças de metal.

Andei pela primeira vez de bicicleta de dois e foi com meu namorado. Fiquei toda feliz.

Quando completamos 3 meses de namoro o Junior me mandou um buquê de flores no meu trabalho, amei muito a surpresa. O meu presente foi buscá-lo com esse balão de coração na rodoviária, ele chegou com tanto sono que nem viu.

Começamos a frequentar o templo juntos.

Inscrevi minha prima Cecilia no programa Esquadrão da Moda e ela foi chamada e ganhou R$ 10.000 pratas para comprar roupas.

A muito contragosto, fui arrastada pelo namorado no mar e tomamos o primeiro banho de mar juntos, lá em Guarujá.

Quebrei o dedo do pé e fiquei quinze dias de licença sem trabalhar.

Fui ao show do Paul McCartney, fiquei no camarote vip, não paguei nada e ví vários famosos, até escrevi sobre aqui.

Compramos na Suely Cencini os vestidos meu e da minha mãe para a Bodas de Pérolas de meus pais. Tive um probleminha com meu vestido, o qual escrevi aqui.

 

Desenhei as roupas estilo anos 50 para o pessoal lá de casa. A ficha técnica acima é da camisa do meu namorado. Levo tudo certinho para a costureira para não ter surpresas.

Meus pais contrataram uma coeógrafa para ensaiar um número do Fantasma da Ópera para apresentar na festa da Bodas de Pérola, achei tudo muito lindo e romântico que até escrevi aqui no blog sobre.

Teve a Bodas de Pérola de meus pais.

Fui ao Ratha Yatra de São Paulo com o Júnior e com a Edneusa.

Kessy Mariana foi ao veterinário para uma consulta de rotina e descobriu que tinha pedra na bexiga. Fez uma cirurgia as pressas e eu fiquei bastante apreensiva. Essa foto fiz no segundo dia de internação, com o coração completamente partido, pois estava sem minha filhinha.

 

O meu aniversário comemorado no trabalho foi muito especial. Além de muitos presentes que fanhei de meus colegas (e amigos) a Fernanda preparou uma decoração toda especial para mim, com balões rosa e balões de escultura. Além de fazer uma travessa de brigadeiros (0s brigadeiros da Fe são os mais deliciosos)… meus amigos do antigo setor pagaram um lanchão vegetariano para mim. Fiquei super comovida.

 

Meu aniversário com o tema anos 50 finalmente chegou e foi muito divertido. Amei demais, todas as pessoas que me amam e que gostam de mim, fizeram questão de estar presente para compartilhar esse momento mágico comigo. Vieram primos de BH e do Rio, fiquei mega emocionada.

 

A Verônica, uma amiga de infâcia, veio a minha festa de aniversário e eu fiquei toda feliz.

No meio da festa, meio que do nada, meu namoraado surge com a guitarra do meu irmão e canta e toca três canções para mim Say it ain’t so do Weezer, Wish you were here do Pink Floyd e Redemption son do Bob Marley e eu fiquei toda orgulhosa. NA foto dou um beijinho de agradecimento.

 

No dia seguinte a festa do meu aniversário, minha mãe fez outra festa só com  turma da família do lado dela.

 

Participei do amigo secreto do meu antigo setor. Eu tirei a Silvia (mais uma vez) e quem me tirou foi a Jeane. Ganhei um par de Havaianas lindos, que vou usar no réveillon.
Comprei alguns presentes de natal e fiz embalagens que achei lindas. Tem mais foto disso aqui.



E vou terminar o ano no meio do mato, com meu amor… detesto grandes aglomerações e ele também.

Finalmente chegou o dia de ir viajar com meu amor para o que chamamos (e esperamos) ser o melhor reveillon  de todas as nossas vidas. Foi difícil dormir essa noite, só a emoção de reencontrá-lo me deixou meio agitada, parece que não nos vemos há pelo menos dois anos ou com a sensação de nosso primeiro encontro.

Estamos a caminho, nesse exato momento, a um local no meio do nada, onde celular não funciona, tampouco  internet, que é muito bom, além de deconectar um pouquinho desse mundo agitado, estaremos em conexão plena um com o outro e com Krishna.

Para quem fica ou viaja (com hi-fi), pode continuar visitando o blog, preparei posts que entraram normalmente durante esses meus dias de folga. Feliz ano novo, com muito amor, que nem o meu será!

Essas fotos são do noivado de Jesse & Liz. Serve de inspiração para quem quer começar o ano que vem de uma forma bem romântica. Amorzinho, se prepare, assim que perder os quilinhos indesejáveis vamos fazer uma seção de fotos. Acho très romântica.

 

Esse casamento indiano abaixo é interessante, eles optaram por fazer um cerimônia católica. As fotos foram tiradas de Pink Fotografia Posh.

Uma coisa que acho engraçado é que esses indianos que vivem na América amam ostentar tecnologias, assim como anéis de diamantes, deve ser para mostrar para os parentes que vivem na Índia.

A cerimonia foi conduzida por um padre católico, creio que no caso o noivo é o cristão, porque ele veste costume completo, enquanto a esposa está de sári. É um sári branco, tudo bem, dá uma ocidentalizada na coisa, já a tradição das Indianas é casar de vermelho e usar o branco caso um dia tornar viúva.

Embora o casamento seja católico, eles preservaram algumas tradições indianas, como por exemplo, o noivo colocando um colar na noiva, que deve ser o malgalsutra e depois cobrindo a cabeça da noiva, que significa que agora é uma senhora casada. Achei engraçadinho o padre ajudando o noivo colocar o manto na mulher.

Essa foto desse olhar, é um tesouro que os noivos carregarão para sempre…

Gosto dessas fotos dos noivos com os cavalheiros de honra, digo, os padrinhos. Repare que o que diferencia o noivo dos padrinhos é o boutonnière, o noivo usa um arranjo branco enquanto os outros estão com uma única rosa.

Igualmente, gosto da noiva com as madrinhas. Acho lindo de morrer as madrinhas com sáris, ou vestidos, idênticos. Dá uma uniformidade a festa e fica chique. O buquê das damas de honra combinam com os boutonnière dos cavalheiros, são detalhes pequenos que fazem toda a diferença.


Agora tem a segunda parte do casamento, não sei se fizeram uma cerimônia hindu, se foi no mesmo dia. Mas fica a dica para noivos onde cada um tem uma religião.

Na segunda parte do casamento, a noiva escolheu um sári magenta super lindo, a mesma cor a gravata do noivo, que não gostei muito não, além da cor berrante os motivos são enormes, acho feio.

N

Agora veja nas fotos abaixo como ficou legal a iluminação azul contrastando com o sári magenta da noiva. Essas fotos são um ótimo exemplo como a iluminação pode fazer toda a diferença em sua recepção.

O casal contratou dançarinas para entreter seus convidados. Os indianos gostam muito disso.

Abaixo uma foto super romântica, um momento doce entre o casal, após uma festa incrível. Repare a expressão de felicidade dos noivos, parecem estar realmente muito contentes de estarem finalmente casados com a pessoa que ama.

Sem dúvidas esse foi mais um casamento dos sonhos.

Encontre mais imagens deste casamento na Galeria de Fotos do casamento indiano.

Esse foi meu último post da sequência de casamentos. Como estava preparando duas festas, a minha  de aniversário e a bodas de meus pais entrei em vários sites de casamento e acabei compartilhando os que achava mais bacana. Embora penso em transformar o blog num blog de casamentos, porque amo festas e no casamento  a gente capricha mais, né? Quem pensou que estava preparando o meu próprio casório ou que estava desesperada para casar, caiu do cavalo…

 

  • In: Amor
  • Digite sua senha para ver os comentários.

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Visitando um blog sobre a Índia, encontrei fotos bem interessantes sobre o natal dos indianos. Para quem acha que essa cultura do ocidental passa distante dos hábitos deles, está enganado, veja as fotos:

Três garotos dividem uma moto, todos vestidos como o velho Noel, sob os olhos atentos das indianinhas.

Segunda a autora do blog, de onde copiei as fotos, durante o Natal no norte da Índia faz muito frio e as mães aproveitam os gorrinhos de Natal para aquecerem a cabeça dos seus filhos. A população carente não tem a menor ideia do que seja o Natal e muito menos o gorrinho do Papai Noel, pois são na maioria hindus.

Corrida de Natal de crianças em uma escola em Bhopal. Que coisa mais fofa. Será que tem presente na frente deles?

Na Índia o Papai Noel é magro e sempre tem barba falsa.

Na falta de pinheiro, enfeita-se a bananeira. Minha tia Lucinha também faz a mesma readaptação.

Quem disse que Papai Noel tem que ser um velho de barba branca????? Aqui ele eh anao de bigode e cabelo preto!

Decoração natalina de uma rua comercial.

Papai Noel indiano que se preza tem que usar o laranja, cor do hinduísmo. Para eles nada do tradicional vermelho ocidental e nem a botinha também, olha os calçados que estranhos…

Segundo pesquisa, postada abaixo, o perfil do blogueiro brasileiro é homem, adulto (e não adolescente), tem formação acadêmica e vive no sudeste. Diz-se que quando analisando em parâmetro mundial, o perfil continua o mesmo, exceto pelo sexo, tem mais meninas blogueiras ao redor do mundo! Imaginei que o resultado seria mais ou menos esse mesmo, até porque, adolescente não tem muito repertório para temas e tampouco disciplina para postar sempre e esse é o segredo dos blogs de sucesso. Quem quer entrar num blog que não tem nada de novo para dizer? 

 

Veja a pesquisa. 

 

Recentemente, no início do mês (Junho/2010) saiu uma pesquisa sobre o perfil do blogueiros pelo mundo. Um levantamento que colocou o Brasil em quarto lugar na produção de conteúdo para a internet. Então resolvi fazer uma pesquisa por amostragem e identificar o perfil mais específico do brasileiro.

 

A pesquisa mais ampla, que mostra dados de todo o mundo, está publicada aqui:

 

O levantamento que fizemos foi uma amostragem, com o intuito de comparar dados e classificar um perfil mais próximo do tipo do blogueiro brasileiro. Também, para deixar claro, por questão de método, essa pesquisa foi feita a partir da minha página aqui do [ Ferramentas Blog ], aproveitando da divulgação pelo Twitter.

 

A pessoas responderam voluntariamente, se identificando apenas pela URL dos blogs que possuem. Responderam 198 pessoas. Segue abaixo os resultados para as seguintes questões:

  • Qual a idade, a faixa etária?
  • Qual o gênero? Masculino ou feminino?
  • Qual o nível de escolaridade?
  • Em qual região geográfica do Brasil está?

 

Essa pesquisa foi realizada entre os dias 07/junho/2010 e 13/junho/2010.

 

idade-blogueiro

Como vemos, a grande maioria dos blogueiros pesquisados, são adultos com mais de 22 anos (62%), onde prevalece o grupo de 22 a 30 anos (31%).

Isso confirma que a geração que cresceu junto com o desenvolvimento da internet é mais ativa na produção de conteúdos via blogs.

 

genero-blogueiros

Noutro ponto temos uma maioria de homens. Na pesquisa que mencionei no início, o número de mulheres é maior em todo o mundo, mas nesse grupo pesquisado, prevalecem os homens (71%), enquanto as mulheres ficam abaixo dos 30%.

 

escolaridade-blogueiros

 

Esse é um ponto interessante: a escolaridade dos blogueiros pesquisados. Vemos que 36% respondeu ter curso superior completo. Somando isso os que estão em curso ou que é incompleto (27%), o nível de escolaridade daquele que produzem conteúdo para a internet é bem alto.

 

Se analisarmos bem e compararmos com a idade média dos blogueiros, vemos que a faixa adulta (62%) está compatível com a quantidade dos da faixa com nível escolar superior (63%). Isso mostra um grupo de adultos bem instruído.

 

região-blogueiros

Já era de se esperar, nesse último dado, que a região sudeste prevalecesse sobre as demais e ocupa mais da metade do grupo de blogueiros. Mas em segundo vemos o Nordeste (19%) mais que o Sul (16%) do país que é mais desenvolvido.

 

O que sabemos é que o Brasil ainda tem muito o que se desenvolver no uso da internet. Estamos ocupado muitos espaços importantes, como as redes-sociais, especialmente o Twitter e o Orkut – ganhando espaço no FaceBook. Mas o que conta mesmo na internet é produzir conteúdo, bem mais do que simplesmente interagir diretamente.