Blog do Sonho Eterno

Archive for the ‘Televisão’ Category

Eu fui criança na década de 80 (e comecinho de 90), acho que foi a última época que a criança pode ser criança. Podia-se correr na rua, tinha programas de televisão e músicas boas para os pequenos, a gente não parecia mini-adultos… enfim, foi uma época muito melhor. Podíamos ficar mais out door e brincar de brincadeiras de criança. Video Game, pelo menos no início de 80 era algo distante e ver TV era muito mais gostoso.

Decidi cair na nostalgia e listar 10, dos meus muitos programas de tv favoritos.

1.

Bambalalão, de longe meu programa favorito. Adorava a Silvana, as histórias, quem não se lembra do bordão “e entrou por uma porta e saiu pela outra e quem souber que conte outra”? Amava os teatrinhos de fantoche e aquela parte de dicas de como fazer artigos artesanalmente em casa. Uma vez eu fui ao auditório do programa assistir.

 

2.

Lucas Silva e Silva, foi um programa ótimo, mostrava uma família de classe média brasileira com suas histórias do dia a dia. Quem não se lembra do “alo, alo planeta Terra chamando, esta é mais uma edição do diário de bordo do Lucas Silva e Silva, onde tudo pode acontecer”? O programa era tão bom, que a Rede Globo emprestou o Antonio Fagundes para fazer o papel de pai do protagonista.

 

3.

Também gostava de Ra-Tim-Bum. Desde a entrada do programa, as curiosidades, mas minha parte preferida era a da história, ia correndo para a frente da Tv quando ouvia “senta que lá vem a história”…

 

4.

Bozo era tão bom, eu adorava ver quando chegava da escola. Era outro programa de auditório, com brincadeiras e apresentação de desenhos, que dão de 10 a zero nos de hoje. Foi uma pena Bozo não durar mais tempo no ar. Quem não lembra de seus amigos, a vovó Mafalda e o papai Papudo.

 

5.

Eu preferia a Mara Maravilha a Xuxa, não sei porquê. Acho que foi por causa da escola, estudava sempre no horário do Xou da Xuxa. O programa da Mara também era de auditório com jogos, desenhos e musical.

 

6.

O Glub Glub sempre causava curiosidade nas crianças, como os apresentadores poderiam ter cabeças, sem corpos, que ficavam flutuando no cenário. Eu gostava do programa, das piadinhas, mas já não era tão novinha quando o assistia.

7.

Eu desejei ser uma robô ou pelo menos chamar Vicky após o sucesso do seriado Super Vicky, pelo que lembro, foi meu primeiro seriado sem ser brasileiro que eu gostei.

8.

Carrossel foi a primeira novelinha mexicana que eu assisti. Adorava a professora Helena, sinonimo de bondade, nessa época as crianças não precisavam usar saia curta para chamar atenção. Adorava o Cirilo e odiava a Maria Joaquina.

9.

Falando-se em novelas nacionais, curtia o “Que rei sou eu?”, pela comédia e histórias reais, que sempre me chamaram muita atenção. Que menina nunca sonhou em ser uma princesa, embora o drama era um grande besteirol…

10.

Embora não via muito Xuxa, sempre quis ser paquita, ainda mais quando soube que nem todas eram loiras naturais, que grande parte pintavam o cabelo, me senti super próxima de entrar para o Xou, muito embora nunca tenha feito nada para isso.

Não precisa se aprofundar muito para ver que o apresentador Rodrigo Faro estimula comportamentos epicenos em seu programa. Ao ver o episódio de sábado passado tive essa percepção, embora ache o apresentador um grande nome da comunicação nacional.

 Duvido que Faro gostaria de ver uma de suas filhas com roupas super curtas na televisão, dando beijos quase eróticos em homens que nunca viram na vida! Pior, vocês já perceberam que quando o apresentador pergunta quanto tempo a pessoa está sozinha se a resposta for, por exemplo “oito meses”, Rodrigo faz uma cara de enterro e toca uma musica de do ao fundo? E essas dancinhas toscas que ele insiste em fazer? Promete que se rolar beijo ele vai se ridicularizar e dançar alguma coisa. A priori parece algo inofensivo e engraçado, muitas vezes já ri com os micos que ele paga, mas vocês já perceberam que os jovens se sentem na “obrigação” de beijar para que o programa não fique chocho?  Aliás, de repente ele decidiu fazer isso ao ver que muitos casais não se beijavam o que deixaria o quadro desinteressante para o telespectador comum.

 Se o casal da um selinho, aquele beijinho rapidinho e sem língua, o apresentador pula e diz “não vou ter que dançar”, claro que ele não está feliz e sim frustrado, pois ele quer audiência, ele quer ganhar dinheiro ainda que filinhas de papais estejam com comportamentos a la Bruna Surfistinha.

O que vejo é que a coisa está tão grave, tão pesada, tão sem noção que as pessoas estão completamente perdidas e sem valor. O que antes era considerado errado e imoral, hoje é comum e até incitado por algumas pessoas. Gente, se resguardar e ser casta não são defeitos não, são qualidades, vamos nos valorizar.

PS: Sabe o que me veio agora? Todo esse show do sexo é exibido numa emissora evangélica, que tem uma grande pregração. Cade a ética dos pastores?

Hoje foi o primeiro jogo do Brasil na copa. Nem vou citar o vexame e a vitória meio sofrida, porque nem curto jogos de copa do mundo em si. Gosto da farra, das pessoas unidas, do país parando para ver 22 negos correndo atrás de uma bola e com muita dificuldade de colocá-la dentro de uma trave enorme.

Em contrapartida a copa é uma oportunidade ímpar para fazer um encontrinho em casa. Então, como íamos receber pessoas muito especiais da nossa família, quis fazer uma decoração simples, porém simpática e no clima da copa. Espalhei bandeiras de plástico por toda a estante, enchi alguns balões de ar, tapei um quadro um uma bandeira um pouco maior, e coloquei muitos petiscos ao alcance de todo. E foi a maior seção de comilança já que o jogo estava bem morno.

 

Coloquei os petiscos, todos industrializados, como amendoins, castanhas de caju, batata frita, pipoca e chocolates em taças de sobremesa. O que deu um ar muito mais simpático ao encontro. Já pensou tudo naquelas embalagens plásticas horríveis? Um toque simples desse, pode deixar a coisa muito mais interessante.

 

Também deixei uma garrafa com água e algumas taças para as pessoas se servirem com facilidade. Outro tipo de bebida gelada, só na geladeira da cozinha e como todos os convidados são de casa, não houve cerimonia alguma para abrir a geladeira.

Um toque simples, rápido, muda o ambiente e deixa os convidados num clima total da copa.

A gente nem assimilou que Ricky Martin deu definitivamente baixa para o mercado feminino, assumindo ser gay, embora a gente já desconfiasse disso desde sempre, o cantor apareceu agora peladinho em clipe. Será que é para mostrar para gente o que perdemos, ou fazer propaganda com os homossexuais?  Seja qual o motivo, desfrute do clipe.

 Ricky está lindíssimo no clipe, exibindo uma ótima forma aos 39 anos, mas há uma dúvida que não quer calar. Estaria Ricky Martin querendo ser a Gisele Bundchen? Veja o clipe abaixo da modelo e tire suas conclusões:

 

A turma do Festival da Índia recém fez um vídeo intitulado  “Mayapur Como Ela É”, que será lançado no próximo domingo, no templo Hare Krishna de São Paulo. O documentario retrata os mais importantes departamentos dessa mega cidade vaishnava em Navadvipa, onde milhares de peregrinos se encontram para as celebrações anuais de Goura Purnima (Aparecimento de Sri Caitanya Mahaprabhu).

Gostei do trailler, me emocionei quando ví que tinha imagens de meu Guru. Parabéns Vaikuna.


Carioca e Cesar Polvilho

Morri de rir com o Serginho e o Dicesar no Programa Pânico na TV no último domingo, dia 11. Os humoristas se caracterizaram como Dicesar e Serginho e a coisa deu super certo e ficou engraçadíssima! Carioca se vestiu de Dicesar e eu cheguei achar bem parecido e o Cesar Polvilho ficou deslumbrado que nem o Serginho. Dei muita risada, até no decorrer do programa, o Carioca no palco ficava imitando os trejeitos do ex-bbb. Hilariante.

A cantora  Britney Spears mostrou na tarde de terça-feira, dia 6 de abril, que é mais humana do que qualquer um podia imaginar. Após discutir com o namorado, Jason Trawick, a cantora pop foi flagrada aos prantos em seu carro nas ruas de Los Angeles, na Califórnia.

Como qualquer boa observadora, reparei nas unhas roidas de Britney, nos óculos geek, que já até falamos aqui e é claro, sendo Hare Krishna que sou, a cantora tem uma japamala no espelhinho retrovisor de seu veículo. A japamala é um artigo sagrado para nós os Kare Krisna, é nela que oramos diariamente, funciona como um rosário.

Tudo bem que o assunto é velho, até tentei postar antes, mas o site Image Shark, que é onde armazeno as imagens desse blog, ficou inoperante ontem o dia todo, mas como já havia planejado falar no assunto, decidi ainda assim colocar as fotos da premiação dos Melhores do Ano da Rede Globo.

Antes de irmos para os looks quero deixar registrado que discordo completamente quando a Rede Globo afirma que a premiação é o Oscar da televisão brasileira. Como um Oscar poderia premiar apenas trabalhadores de uma única emissora? Até quando se fala de cantores ou esportistas, geralmente é gente que tem rabo preso ou algum tipo de contrato com a Globo. O Troféu Imprensa do Silvio Santos é muito mais digno, mesmo fazendo em sua emissora, premia gente das outras, mas as pessoas não levam a sério, porque o SBT não tem tanto poder como a Globo e muitos nem vão buscar a estatueta. Um abuso.
Deixando um pouco essa história de lado, vejam quem brilhou, e quem nem tanto, no visu.¬¬¬


São meus looks favoritos do evento. Gosto muito de rosa e gostei como a atriz combinou com sapatos azuis. Já a Bárbara está básica e sexy, super-invejo essa mulher, que vive beijando o Rodrigo Hilbert na novela.


Esse vestido médio de Ivete com essa sandália gladiadora deixou a cantora com as pernas, ainda rechonchudas da gravidez, com a silhueta um pouco achatada. Já a escolha de Adriana a fez parecer uma bailarina, ainda que tenha lhe atribuído alguns quilos, digo que a figurinista dela da novela é mil vezes melhor que sua stylist. Palominha aprenda com Isabel.

Já percebi que carioca, não sei se a Paloma é carioca, mas ela está no rio, adora esses vestidos com sobreposições de tecido. Tenho uma prima aí que costura para grifes como Cantão e Animale, ela acaba sempre fazendo umas rouptchas para a gente e para ela e muitas tem esse tule por debaixo.


Achei básico demais as roupas das atrizes. Faltou um pouco de brilho e uma pitada de glamour. Poxa vida!Era o Oscar da Globo.


Dizem que Patrícia Poeta é o grande ícone fashion da Globo. As roupas que a apresentadora usa domingo no Fantástico logo esgotam nas lojas. Eu achei mais ou menos. Gostei do vestido da Alinne, ela é o tipo de mulher que fica bonita até que jeans e camiseta branca.


Desgostei das escolhas da Dira e da Letícia. Essas tatuagens de pele são aqueles Apliques da Chanel? Acho a idéia boa, mas meio que não funcionou nesse look.


Lilian estava com esse vestidão anos 70 e a Claudinha num estilo meio rock? Reparei no matte negro de suas unhas. Vou ver se passo um esmalte fosco essa semana nas unas. Super-inspirada.

Olha só que boneca fofa que o artista pláscico de Natal, o Marcus Baby fez da apresentadora Sabrina Sato.

Twitter/Reprodução

Entrei no blog dele e tem outros famosos. Clique aqui para ver, o trabalo é lindo.

Nas fotos o jogador do Flamengo Wagner Love. A atriz Aline Moraes no papel da cadeirante Luciana da novela da Globo Viver a Vida.

Ah! Nada está a venda. Não sei como é o processo produtivo, mas acho que constroi um personagem sob a matriz de uma Barbie (ou Max Still) convencional. O que acha?

É sério, eu tinha uma visão do nadador Xuxa ou Fernando Scheller completamente diferente, achei que fosse um homem um pouco mais centrado em coeso. Daí ele entra no reality show da Rede Record. Tá, confesso que me surpreendeu. Eu esperava figuras mais polêmicas do quilate de Vampeta. Então achei que teria certa vantagem com relação aos outros participantes. Eis que Xuxa revela-se um tanto quanto antipático e deixa o programa antes do que imaginava…

 

Quando achei que bastasse ele assume um romance com a Sheila Mello, e a exemplo de outros famosos, como Latino, Deborah Secco ou Viviane Araújo faz uma tatuagem amorosa.

[xuxa.jpg]

Só esqueceram de avisar que esse é o primeiro sinal que a coisa não vai dar certo.