Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘Brooklyn

O nono dia aqui em New York foi maravilhoso, vou sentir saudades… é impressionante como tudo aqui na terra dos yankes parece perfeito. Seria um conto de fadas se não fossem as ameaças de bombas, os aviões caindo ou eu tendo que voltar ao Brasil. Alias, gostaria que todas as pessoas que eu amo se mudassem junto comigo para cá, para assim termos uma vidinha cor-de-rosas.

Image Hosted by ImageShack.us
Esse é o subsolo do Stardust.

Com a programação intensa de anteontem (dois shows num único dia) acordamos mais tarde, cerca de 9h. Porém até minha mãe terminar de se arrumar (e olha que ela nem se maquia) já passava das 11h. Fomos tomar café da manhã no Stardust aquele restaurante que sempre falo aqui dos garçons que cantam. E dessa vez eu quase fiquei fall in Love por um deles. O cara não era o que se digamos “boa pinta” mas tinha uma voz… tipo do Jack Johnson que eu adoro, acho que quem tem uma voz bonita se torna apaixonante. Coitadinha de mim que sou uma gralha desafinada.


Image Hosted by ImageShack.us
Jonathan o anjo com voz do Jack Johnson.

Image Hosted by ImageShack.us
Essa garçonete sempre mexe com meu pai, já brincou com ele 3 vezes. Nesse dia o fez cantar no microfone. O coitado ficou todo inflado.

Voltando ao mundo real, fomos passar o dia no Brooklyn, claro que a contra gosto dos meus pais. Se eu não vou ao templo Hare Krishna a viagem não é completa, se vou, meus pais ficam de mau humor… antes eles do que eu, até porque como amo aquele templo para mim não haveria o maior problema em ir sozinha. Para meus pais tem, como assistem filmes americanos sobre becos no Brooklyn ficam passados imaginando que o local é mais violento que São Paulo, mas acho que estão errados. O taxista nos disse que somente o Queens ta perigoso, alguém sabe informar algo mais preciso?

Quando chegamos ao Brooklyn era muito cedo para ir ao templo, então fomos dar uma voltinha por lá. O Brooklyn é bem residencial, lá tem muita gente morando e pouco turista, deve ser por isso que somem as marcas caras e aparecem lojas tipo as da Antonio Agú (Brás ou José Paulino), lojas de produtos de ocasião, modinha, coisas barata… e para a sorte da macacada a maioria das lojas estavam liquidando para a chegada da coleção primavera. Não aproveitei nenhuma oportunidade, até então, estava apenas passeando, até encontrar uma Macy’s, o templo da moda e do consumo desenfreado. A Macy’s daqui de perto do hotel é cheia e barulhenta. Lá não, não tem todo esse glamour, mas é mais vazio e da para comprar tranquilamente. Passeei pelas araras de roupas, mas não comprei nada a minha cota de roupas esta meio que liquidada, comprei muita coisa logo que cheguei aqui porque não trouxe muita roupa na mala. E o passeio que não parecia nocivo, acabou na M.A.C. Me lambusei de tanto experimentar maquiagem e no final minha mãe e eu compramos algumas maquiagens, menos do que eu queria e mais do que eu podia. Mas fiquei extasiante com meus novos produtos. Comprei batom, blush e sombra berrantes da coleção que Hello Kitty, me achei meio adolescente, mas são ótimas as cores. Quero mais!

Image Hosted by ImageShack.us
Minhas maquiagens novas.

Image Hosted by ImageShack.us

Depois disso, já o templo já estava aberto! Cheguei lá exatamente quando o pujari soprava o búzio, anunciando a abertura do altar. Após um ano voltei a esse maravilhoso templo e revi as deidades, meu coração saltitou de alegria a shakti é muito intensa nesse lugar. Parece que tudo caminha bem, sem maiores agitações, o rapaz da banquinha de prasada ainda é o mesmo assim como a menina da lojinha de bugigangas e os pujaris também (apesar que somente deles me recordo do rosto), gostaria de me sentir assim novamente nos templos do Brasil, mas o clima é muito competitivo e hostil, nada se parece com uma religião.

Image Hosted by ImageShack.us
Eu oferecendo flores para Prabhupada, meu pai não achou importante fotografá-lo, mas ele esta ali, acreditem.

Image Hosted by ImageShack.us

Radha-Govovindaji.

Image Hosted by ImageShack.us
Olha o tamanho do templo de lá.

Image Hosted by ImageShack.us
Muffins bonitos e deliciosos.

Tive muita sorte, porque peguei o Gurupuja e o Tulasipuja também. Aqui eles fazem de uma forma diferente a oferta de flores a Srila Prabhupada, primeiro se formam uma fila de homens, aí todos oferecem flores, somente depois é que vão as mulheres em fila também. A hora do Tulasi Puja também é diferente, os devotos não oferecem água a Tulasi após o arati, eles rodeiam a plantinha, colocam a mão na terra e passam na cabeça e cheiram uma flor que foi deixada na mesa, achei estranho, já que a toda hora a Tulasi levava uma sacodidinha.

Outra coisa interessante no templo é que durante o arati de Radha-Govinda, na hora que passa a lamparina os devotos colocam um prato debaixo da lamparina e enquanto a passam as pessoas vão doando um dinheirinho, é impressionante como o prato fica cheio. Minha mãe e eu achamos uma forma de pressionar a doação em contrapartida talvez seja a única forma de manter um templo tão bonito, grande e organizado… a congregação parece bem feliz e satisfeita e assim a cosa caminha bem.

Não fiquei para a aula, como meus pais não entendem muito bem o inglês, achariam a aula entediante e que quis respeitá-los. Comprei alguma prasada que trouxe comigo. Foram 3 samosas (US$2 ou R$4,60 cada), 1 kachori (o mesmo preço da samosa), 8 muffins (US$1 ou R$2,30) e dois pedaços de bolo (US$3 ou R$6,90) – minha mãe disse que nunca comeu um bolo tão gostoso em toda sua vida! Deve ser verdade, os doces americanos são divinos e sendo prasadam então fica muito melhor.

Image Hosted by ImageShack.us
Comprei esse boneco de plástico do Rama, um brinquedo para crianças.

Estavamos exaustos, voltamos para o hotel e jantamos parte dessa comprinha e para variar, tive a minha primeira insônia em New York. Creio que tinha mais energia para queimar.

Anúncios

Queria eleger as 10 lugares que mais gosto em Nova York, foi difícil porque gosto muito de lá, compactando, deram 11, inseri mais uma, porque não saberia deixar uma delas de fora. Confira o que elegi como as 11 atrações imperdíveis do cenário de Sex and the City. Para quem conhece, veja se concorda com alguma coisa e quem não conhece, pode ser um estimulo para uma visitinha. Separei por ordem alfabética, ok?

Image Hosted by ImageShack.us

A B&H Photo é uma loja de judia que vende tudo o quanto é tipo de eletrônicos. E o mais legal, para quem tem dificuldade com o inglês, é que tem vendedores que falam português (inclusive são brasileiros). Gosto muito mais do atendimento dessa loja do que da concorrente JR. Como a loja é de judeu existem algumas particularidades; em determinada hora do dia todos os judeus saem de seus postos para suas práticas religiosas (por isso tem funcionários não judeus) e outra, a loja não abre aos sábados e fecha mais cedo na sexta-feira. Vale uma visita para pelo menos conhecer o sistema de esteira deles, se você comprar um produto em qualquer parte da loja há esteiras e elevadores levarão sua compra no caixa. Muita comodidade e modernidade.

Image Hosted by ImageShack.us

 

A Bloomingdale’s é a loja de departamento mais fina da cidade. Lá você pode comprar a sua bolsa Louis Vuitton, por exemplo. Estava louca para conhecer essa loja, já que é cenário de um dos meus filmes favoritos do tempo de criança Splash, uma sereia em minha vida, e digo que não me decepcionou em nada a loja é maravilhosa e cheia de grifes bacanas. A única reclamação é que sempre esta cheia.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Os espetáculos da Broadway são imperdíveis. Se for a Nova York, não deixe de ver pelo menos um show. Eu já vi Chicago, Mamma Mia!, A Pequena Sereia, O Fantasma da Ópera e Mary Poppins. Quero ver muito mais.

Image Hosted by ImageShack.us

A Century 21 é o paraíso das compras. Eles vendem marcas bacana a preço de banana. Lá pude realizar um dos meus sonhos que era encher um carrinho (desses de supermercado) de roupas. Uma delícia, uma loja de oportunidade para conhecer e voltar várias vezes. Como vendem muito o estoque sempre é renovado. É a única loja que abre às 7h da manhã que conheço.

Image Hosted by ImageShack.us

A ISKCON New York fica um pouco afastada, no Brooklyn. É um templo lindo, enorme e as deidades muito belas. As vezes que o visitei fui muuuuito bem recebida, eles fazem um muff dos deuses, quero muito ter a oportunidade de saboreá-los novamente.

Image Hosted by ImageShack.us

Adoro lojas de departamentos, deu para perceber, ne? A Macy’s é muito legal, na entrada você é alertado que é a maior loja do mundo. Deve ser mesmo, ela é enoooorme. Tem um andar só para noivas e outro infelizmente de peles (como a maioria das lojas de luxo e sem consciência). Almocei num restaurante que tem lá dentro, foi bem gostosinho e o atendimento foi bom.

Image Hosted by ImageShack.us

O Marriott Marquis é um sonho. Um hotel lindo, é um ponto turístico e tem a cama mais confortável e macia do mundo. Alias, colocaria uma cama do Marriott como um dos meus sonhos de consumo. Não importa, amodoro esse hotel, bonito, luxuoso e super bem localizado, fica no coração da Times Square.

Image Hosted by ImageShack.us

O Pier 17 é um desses lugares especiais. Foi cenário de um filme que assisti recentemente Vestida para Casar. Lindo, mesmo debaixo de neve, vale a pena.

Image Hosted by ImageShack.us

Passei horas nessa loja Toy R Us ela é demais tem muito brinquedo e muita Barbie que eu adoro! As crianças piram nessa loja, tem roda-gigante, Big Apple de Lego, dinossauro gigante que se mexe e faz barulho e um castelinho da Barbie de dois andares.

Image Hosted by ImageShack.us

Amo todas as lojas da Victoria’s Secret da cidade. Elas são lindas e cor-de-rosa. Sonho que um dia uma dessas lojas abram em solos tupiniquim, já pensou? Ia ser demais. Sou apaixonada pelos biquíni da marca, eles não são cavados no bumbum.

Image Hosted by ImageShack.us

A Virgin é outra loja que passei horas e horas. Fica na frente do Marriott. Quando ninguém queria sair comigo era para lá que eu ia. Comprei muitos filmes indianos, que infelizmente não são lançados aqui. Comprei cd de todos os musicais que assisti, livros, roupas e até uma bolsa e uma carteira. Existe outra filial da Virngin em Manhattan, mas a da Times Square é a mais legal.

Outra coisa, os museus de Nova York são ótimos, interessantes e divertidos. Os meus favoritos são Metropolitan, pude quase tocar num Monet e o Madame Tussauds, com seus bonecos de cera, mas a parte mais legal é o cenário de terror. Imperdível. Não selecionei nenhum restaurante, primeiro porque não gosto da comida amaricana, segundo que se paga muito caro por uma boa comida e terceiro sendo vegetariana na terra do hamburguer  é quase impossível comer bem.

Mais uma vez, fiz uma lista dos fatos que marcaram o meu ano de 2008.

-Realizei quem são as pessoas que me amam e querem o meu bem, descobri que ainda existem pessoas tão pequenas e interesseiras que são capazes de se aproximar de mim porque tenho um carro. São dois tipos de pobreza a de espírito e a financeira, vide que hoje em dia com as facilidades de financiamento é muito fácil ter um carrinho.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Passei o reveillon em Paraty com os devotos de Goura Vrindávana.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao aniversário do Doyal e foi super gostoso e divertido.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Meu carnaval foi muito bom em Goura Vrindávana com os devotos e meu Guru. Essa foi a última vez que fui a Goura, ou seja, estou morrendo de saudades.

-Comecei a cozinhar para as deidades do templo de São Paulo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Viajei para New York pela primeira vez e me apaixonei pela cidade.

-Assisti muitas peças na Broadway e fiquei encantada com tanta tecnologia.

-Visitei o templo Hare Kishna da ISKCON do Brooklyn. As deidades são belíssimas.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Isabela, filha da minha amiga Karina nasceu, e é a coisa mais linda do mundo!

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui para Campinas no aniversário da Cecilia. Ela nos levou numa pizzaria que tocava MPB. Foi bem legal.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Minha mãe fez uma festa de aniversário para ela super animada. Teve mágico e dança do ventre.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui com meus pais e a Daniela assistir ao belíssimo espetáculo do Cirque di Soleil.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Visitei algumas vezes o templo Zu Lai em Cotia, mas não vi as flores de lótus.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fizemos uma festa de aniversário para meu tio Carlinhos no Guarujá.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Eline comemorou os seus 26 aninhos num bar e eu fui coma Edneusa.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui novamente para a Argentina no feriado municipal de Osasco e estou cada vez mais encantada com a forma que os hermanos são bom com turismo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Participei de um desfile de cabelos num shopping de Osasco, eu que sempre tive apelidos relacionados com cabelos estava desfilando-o.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fizemos um aniversário bem legal para o Guilherme, o traje era fantasia e a maioria do pessoal entrou na dança.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

– Passei a torcer pelo Grêmio para infernizar a minha cunhada que é Internacional, embora nunca tenha assistido a um jogo do tricolor gaúcho e nem gosto de futebol.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Comecei a fazer aulas para aprender a surfar, mas ainda sou muito prego.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Conheci uma balada em São Paulo chamada Inferno e não curti.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao aniversário do meu amigo desde a época do colégio, o Tadeu!

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-O carro do meu irmão quebrou o cambio automático em minhas mãos. Tivemos que trocar o câmbio e o seguro não cobriu alegando que era desgaste da peça. Na foto estamos sorrindo porque ficamos sabendo da facada depois.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda, minha amiga aprendiz, foi contratada e agora é funcionária.

-Vivemos uma crise econômica mundial.

-O dólar esta super instável e aumente a cada dia, o que me deixou desesperada com medo do cancelamento das minhas férias em New York.

-Obama ganhou as eleições norte-americanas e isso me importou muito mais do que nossas eleições municipais.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fomos ao aniversário do meu primo Christiano e levamos uma renca com a gente num bar descolado (e lotado) de São Paulo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Começamos a fazer uma grande reforma em casa, mudamos absolutamente tudo. Inclusive alugamos outro apartamento no mesmo prédio para conseguirmos ter uma vida confortável nesse ínterim.

– O meu primo Ricardo casou com a Taís, que agora também é minha prima.

-A Zeca Urubu saiu do banco.

-A Karina e eu nos livramos de uma nuvem negra.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda e eu nos fantasiamos de bruxas para o Halloween do banco e fizemos o maior sucesso, muita gente que até não conhecíamos quis tirar fotos com a gente.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Convidei minhas amigas e meus pais para irem fantasiadas de sereia (o) em minha festa de aniversário com o tema havaiano, e eles toparam! (Karina, Isabela, Fernanda, Edneusa, Eli e Fred)

-Meu tio Carlinhos foi denominado ministro da igreja católica pelo terceiro ano consecutivo.

-Meus tios Alfredo e Dina comemoraram 40 anos de casados.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao Ratha Yatra de Franco da Rocha.

-No dia do meu aniversário minha tia e madrinha veio de Campinas para ficar algumas horas ao meu lado, enquanto nenhuma outra tia nem me ligou para me parabenizar.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda colocou um monte de bexigas em formato de coração no dia do meu aniversário.

-Meu pai foi me dar parabéns no meu trabalho e eu chorei.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Minha festa de aniversário havaiana foi um sucesso.

-Passei o natal com minha família aqui em Osasco.

-A virada do ano, vou para o Guarujá.

Prometi atualizar o blog com freqüência, mas não tenho conseguido fazê-lo. Estou em New York, então aqui tem muita coisa para se entreter. Porém hoje resolvi aparecer em caráter especial, depois falo sobre outras sensações, mas quarta-feira visitei o templo da ISKCON aqui de New York, as deidades são de Sri Sri Radha Govinda e tem uma Shila também e quis dividir isso com vocês.

Fui ao templo de metro com meus pais. Quando o trem atravessou Manhattan para o Brooklyn (tem um rio no meio) meu coração já ficou disparado. Quando entramos no templo e tive o darshana da deidade meu olhos se enrubesceram e encheram de lágrimas. É difícil não se emocionar num momento especial desses. Por um momento quis morar aqui e servir essa deidade, mas já estou morrendo de saudades de Jagannatha, do templo de São Paulo.

Vou colocar algumas fotos:

Quando chegamos o altar estava com as cortinas abertas e a grade fechada.

Close em Srila Prabhupada.

Sapatos de Srila Prabhupada.

Eu orando.

Vista geral da parte dos fundos do templo, onde fica Srila prabhupada.

Prabhupada.

Eu cantando o Gayatri mantra.

Arati.

Essa devota negra que esta perto de mim e da minha mãe é pujarini do templo.

A sala do templo é bem maior que a de Nova Gokula.

O pujari oferecendo o arati.

Sri Sri Radha-Govinda.

Fiquei encantada.

Essas deidades foram instaladas por Srila Prabhupada.

Close.

Meus olhos encheram de lágrima quando cheguei…

…e quando fui embora!

Queria mandar um beijo para algumas pessoas especiais que estou com saudades: o pessoal lá de casa, Terezinha, Guilherme, Vera, minhas primas Cecilia (que tem uma energia boa), Lais e Patrícia, para o pessoal lá do banco Karina, Jeane, Fernanda, Cintia, Cristiane… para os devotos Nalini Sita, Doyal Nitay, Govinda Lilamrita, Prabhupada Priya, Tatiana e todos os outros.


Anúncios