Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘Mãe

 
Hoje é o dia das mães. Tudo bem que é uma data criada pelo comércio para vender mais, porém ainda assim não consigo deixar de prestigiar esse ser tão importante em minha vida, minha mãe. Mãe eu te amo muito, você é minha melhor amiga, a maior companheira, aquela pessoa que me ama mesmo quando estou maluca de mal humor. Você é linda por dentro e por fora, você me escuta, pede meus conselhos, acredita em mim, vive comigo, ficamos todas as tardes juntas e ainda parece pouco. Espero poder ter o prazer de ter a sua companhia em mais viagens, em mais compras e em mais momentos felizes. Eu te admiro muito, saiba disso.
 
Vou postar aqui nossos 10 momentos lá em NYC que estou morrendo de saudades.
  

1. A gente aprontando tanto, tanto em NYC, falando tantas bobagens, achando que não encontramos ninguém conhecido até encontrar esse senhor, que de fato não o conhecemos, mas era leitor do blog e me reconheceu pela voz. Já que estava tão frio que tínhamos que andar toda encapuzada.     

  

2. Nossas idas incansáveis as livrarias e papelarias. Como nos Estados Unidos temos mais opções. Compramos muitos livros, cartões (tem megastores só de cartões), CDs, DVDs (do Scooby Doo principalmente), papeis de carta, cartões postais, agendas, canetas… lembro que nesse dia comprei 1/2 dúzia de coisas na Borders acho que da Park Avenue e você toda gentil quis pagar a conta que ficou US$70 somente em papeis de cartas.      

       

  

    

  

3. Nossos passeios quase que diários no Bryant Park. Estava tão frio que a água da fonte estava congelando. Saudades do frio, de NYC e principalmente de estar lá com você.      

      

4. Acho que uma das maiores saudades que a gente tem é da MAC e da facilidade de comprar produtos da marca, tanto pela quantidade de lojas espalhadas por Manhattan quanto pelo preço super acessível. A gente ia a MAC quase que diariamente, essa loja da era a sua favorita (a minhas também, os vendedores são mais simpáticos, o da Macy’s da 34th Street as vezes ficam bravos se a gente compra só duas sombras por exemplo). Lembra que a gente planejava amanhã quero uma sombra cinza e íamos lá comprar? O do dia que nós acordamos e sempre planejavamos onde iriamos ao longo do dia e você disse a prioridade do dia é a sua base? Nunca vou esquecer isso, achei futilmente fofo e engraçado.     

     

5. Nossas noites no nosso bairro, a Times Square, lembra? Ficamos um mês aí no Marriott juntas, nem deva para acreditar. Lembra que um homem nos perguntou o que fazíamos em NYC, ele estava nos vendo ali em Times Square por tanto tempo? Ficar conhecida no coração de Manhattan não é para qualquer um. Outra coisa engraçdaa que acontecia aí em nossa vizinhança era que todos os homens que nos paquerávamos você respondia na maior ingenuidade só para treinar seu inglês.     

     

     

     

6. A nossa manhã na praia em Coney Island. Foi tão gostoso, demos risada de um casal onde o homem andava no corrimão do deck e sua esposa ó filmava. Torcemos para ele cair n’água, na verdade acho que só eu torcia, você estava mais compassiva. Lembro também que em nossa viagem de metro até Coney encontramos um casal fall in love que provavelmente estava tendo o seu primeiro encontro e ao invés de conversarmos, ficávamos prestando atenção neles… Foi tão gostoso que depois tomamos um sorvete.     

     

7. Nossa ida ao jogo de hóquei no gelo. Lembro que eu gritei tanto porrada, em português é claro, já que durante o jogo acontecem alguns perrengues, a coisa fica preta, os jogadores se desfazem dos tacos e se pegam na porrada mesmo, os jogadores e o juiz ficam assistindo, como se concordasse com a coisa. De tanto que eu gritava um torcedor virou para a gente e disse: com o Hangers é assim mesmo, a primeira vez que a gente vê se apaixona. Ele achou que eu estava encantada com o time, que inclusive perdeu nessa noite, mas estava tirando um barato. Também tive que comprar cerveja para você e tive que apresentar meu ID. Amei desconfiarem que eu não tinha 21 anos. Também fomos a um foto de basquete, ficamos impressionadas como a torcida é parada. Um painel no centro do Madison Square Garden orienta o que o público deve fazer, cantar e até gritar. Acho que para ficar bonitinho na TV a gente não esquece do everybody clap your hands, né?     

   

   

  8. Também fizemos algumas visitas espirituais. Você foi todos os domingos comigo ao templo Hare Krishna no Brooklyn, mesmo quando estava cansada. E eu fui com você algumas vezes a igreja se Saint Patrik que fica na 5th Avenue. Assistimos até uma missa lá e eu acendi uma vela para Santo Antonio, quem sabe ele não me arruma um marido? hahaha  

  

9. Sinto muitas saudades da gente toda manhã nos maquiando nesse espelho e de como algumas vezes você queria simplesmente blupiar  e sair de cara lavada. Era só eu ficar um pouco brava que mudava de idéia. Saimos todos os dias maquiadas, as vezes mais, outras menos, mas se fizessemos isso aqui no Brasil nos chamariam de doida.    

     

   

  

  

 10. Porém é unanimidade, do que mais sentimos falta é do Ellen’s Stardust Diner. Passamos tanto tempo ali, comendo, cantando, investigando e rindo. Pensamos que seríamos até presas de tanto irmos lá, de alguém desconfiar que éramos terroristas e íamos explodir o restaurante. Almoçamos, jantamos ou tomamos café da manhã lá quase que todos os dias.

Aliás mãe, sinto saudades de todos os momentos ao seu lado, porque todos são especiais. Te amo e feliz dia das mãe, obrigada Deus por ter me dado a melhor mãe do mundo!

Anúncios

Gente eu já escrevi aqui e aqui sobre a minha dificuldade em achar sapatos 39, certo? Acho que descobri uma fonte de calçados nesse número a meia hora de minha casa.

Tudo começou quando a Karina me chamou para ir comprar calçados no inicio da semana. A Karina, junto com a Edneusa, minha mãe e Cecilia, formam o grupinho mais consumista e que mais gosta de gastar por impulso que eu conheço, sendo assim, amo sair com ambas para as comprinhas do day-by-day. Eu e a Karina temos certa cumplicidade e coleguismo, quando eu quero comprar algo ela me acompanha, assim como eu a acompanho também e com a tarde de hoje não foi diferente, fui acompanhá-la ao Empório dos Calçados, que fica ali na Vila Leopoldina.

A primeira vez que fui ao local, no inverno passado, não encontrei muitos modelos atrativos, só voltei para casa com um par de scarpins preto, então não tinha muitas expectativas a não ser acompanhar minha amiga.

Quando cheguei lá, adorei a coleção de duas marcas a Paula Stellare, que segundo a vendedora fabricam sapatos para Corello e TNG e a San Calçados. Minha visita ao local me fez muito bem, andava muito triste porque ando perdendo todos que eu amo e mulher as compras é de fato uma tremenda terapia e me fez sair um pouco da realidade desse mundinho tão doloroso. Veja abaixo minhas comprinhas.

Dessa vez resolvi não pirar com saltos extremamente altos, busquei algo mais básico, mas muito estiloso, para usar no meu trabalho. Ando numa fase meio apaixonada por calçados… nem era muita fã de sandálias, não gosto de fazer o pé, mas ando tão mudada… sai desse shopping e já fui direto para a pedicura. Quero estreiar todos nos próximos dias.

 

O que achei mais interessante é que diferentemente dos outros locais que sou cliente, como a Arezzo, Corello e Via Uno, todos os sapatos que pedi no número 39 eles tinham em estoque. Um verdadeiro respeito com a consumidora alta e de pezão. Quando comentava com as vendedoras da dificuldade de achar sapatos 39 elas até estranhavam, alí tem até o número 43 para as meninas…

Empório dos Calçados (Nome do Shopping)

Rua. Silvia Airosa, 40 – Vila Leopoldina

(Esquina com a Dr. Gastão Vidigal e Marginal Tietê)

São Paulo – SP

  • Fone da Paula Stellare (11) 3641-8451
  • San Calçados (11) 3831-9317

Atenção: Compras a vista tem desconto nas duas lojas, mas você pode pagar 3 vezes no carão.

Outro detalhe, a San Calçados coloca um carimbo enorme na nota fiscal que não fazem trocas.

 

Sabe? Isso tudo, vários sapatos bonitos é luxuria, ilusão… são coisas tão pequenas diante do amor que a gente pode ter por um ente querido. Nesses últimos dias algumas pessoas que eu amo muito como minha dinda Terezinha, minha professora de inglês Ilona e meu amigo desde a infância Tadeu me deram sustos enormes… estou orando muito pela saúde de todos, porque quero vê-los bem e felizes…

 

 

Image Hosted by ImageShack.us

Hoje comemoramos o dia das mães aqui no Brasil (sei que nos EUA também porque recebi um e-mail da Betsey Johnson felicitando o dia). Embora essa seja uma data comercial para vender flores, roupas, celulares e lotar os restaurantes, quero prestar uma homenagem a minha mãe linda, que é muito querida, amiga e sempre presente em minha vida. Sou muito apegada a minha mãe e ela é super apegada a mim. Te amo mãe e espero a você um bom final de dia… foi uma pena não televisionarem o jogo do Corinthians aqui em São Paulo, né?

Beijo para as outras mamães!


Minha felicidade quando minha mãe tornou-se vegetariana é infinitamente menor do que a minha decepção quando ela deixou de sê-lo. Mamãe foi vegetariana por longos dois anos e ontem (anteontem e hoje também) a vi num restaurante self-service (acho porco esse tipo de restaurante e odeio) enchendo seu prato de carnes de diferentes espécies, eu não a acompanhei na refeição. Deu-me uma náusea tremenda, minha mãe, minha heroína caindo daquele jeito… chorei e sofri calada, gostaria que todos fossem compassivos com animais como eu sou, mas a realidade é bem diferente, muitos acham certo matar seres como cachorros, bois, gatos, porcos, humanos, peixes e outros animais exóticos para comer. Como derramar sangue pode ser correto?

Mamãe nunca foi vegetariana convicta, pelo menos pela minha interpretação. Ela comprava carnes paras as visitas e me chamava de “radical” quando era contra. Desculpe, mas eu não carrego carne nem dentro de uma sacola de supermercado é contra o que sinto ser correto. Outro fator era o repúdio por qualquer restaurante vegetariano, ela não gostava de ir a um restaurante com no mínimo 20 opções para comer, preferia ir a um restaurante normal, muitas vezes churrascaria, onde sua limitação era batata frita (ou purê), saladas (sem graça) e macarrão com molho ao sugo. Toda essa flexibilidade a fez matar animais de novo.

Separei dois versos da bíblia onde fica explicito o vegetarianismo, porém acho que ninguém a Le quiçá a segue:

Gênesis 1.29 “E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dá semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto de árvore que dá semente, ser-vos-á para mantimento”.

Deuteronômio 14.21 “Não comereis nenhum animal morto”

Mais uma vez, fiz uma lista dos fatos que marcaram o meu ano de 2008.

-Realizei quem são as pessoas que me amam e querem o meu bem, descobri que ainda existem pessoas tão pequenas e interesseiras que são capazes de se aproximar de mim porque tenho um carro. São dois tipos de pobreza a de espírito e a financeira, vide que hoje em dia com as facilidades de financiamento é muito fácil ter um carrinho.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Passei o reveillon em Paraty com os devotos de Goura Vrindávana.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao aniversário do Doyal e foi super gostoso e divertido.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Meu carnaval foi muito bom em Goura Vrindávana com os devotos e meu Guru. Essa foi a última vez que fui a Goura, ou seja, estou morrendo de saudades.

-Comecei a cozinhar para as deidades do templo de São Paulo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Viajei para New York pela primeira vez e me apaixonei pela cidade.

-Assisti muitas peças na Broadway e fiquei encantada com tanta tecnologia.

-Visitei o templo Hare Kishna da ISKCON do Brooklyn. As deidades são belíssimas.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Isabela, filha da minha amiga Karina nasceu, e é a coisa mais linda do mundo!

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui para Campinas no aniversário da Cecilia. Ela nos levou numa pizzaria que tocava MPB. Foi bem legal.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Minha mãe fez uma festa de aniversário para ela super animada. Teve mágico e dança do ventre.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui com meus pais e a Daniela assistir ao belíssimo espetáculo do Cirque di Soleil.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Visitei algumas vezes o templo Zu Lai em Cotia, mas não vi as flores de lótus.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fizemos uma festa de aniversário para meu tio Carlinhos no Guarujá.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Eline comemorou os seus 26 aninhos num bar e eu fui coma Edneusa.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui novamente para a Argentina no feriado municipal de Osasco e estou cada vez mais encantada com a forma que os hermanos são bom com turismo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Participei de um desfile de cabelos num shopping de Osasco, eu que sempre tive apelidos relacionados com cabelos estava desfilando-o.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fizemos um aniversário bem legal para o Guilherme, o traje era fantasia e a maioria do pessoal entrou na dança.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

– Passei a torcer pelo Grêmio para infernizar a minha cunhada que é Internacional, embora nunca tenha assistido a um jogo do tricolor gaúcho e nem gosto de futebol.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Comecei a fazer aulas para aprender a surfar, mas ainda sou muito prego.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Conheci uma balada em São Paulo chamada Inferno e não curti.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao aniversário do meu amigo desde a época do colégio, o Tadeu!

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-O carro do meu irmão quebrou o cambio automático em minhas mãos. Tivemos que trocar o câmbio e o seguro não cobriu alegando que era desgaste da peça. Na foto estamos sorrindo porque ficamos sabendo da facada depois.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda, minha amiga aprendiz, foi contratada e agora é funcionária.

-Vivemos uma crise econômica mundial.

-O dólar esta super instável e aumente a cada dia, o que me deixou desesperada com medo do cancelamento das minhas férias em New York.

-Obama ganhou as eleições norte-americanas e isso me importou muito mais do que nossas eleições municipais.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fomos ao aniversário do meu primo Christiano e levamos uma renca com a gente num bar descolado (e lotado) de São Paulo.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Começamos a fazer uma grande reforma em casa, mudamos absolutamente tudo. Inclusive alugamos outro apartamento no mesmo prédio para conseguirmos ter uma vida confortável nesse ínterim.

– O meu primo Ricardo casou com a Taís, que agora também é minha prima.

-A Zeca Urubu saiu do banco.

-A Karina e eu nos livramos de uma nuvem negra.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda e eu nos fantasiamos de bruxas para o Halloween do banco e fizemos o maior sucesso, muita gente que até não conhecíamos quis tirar fotos com a gente.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Convidei minhas amigas e meus pais para irem fantasiadas de sereia (o) em minha festa de aniversário com o tema havaiano, e eles toparam! (Karina, Isabela, Fernanda, Edneusa, Eli e Fred)

-Meu tio Carlinhos foi denominado ministro da igreja católica pelo terceiro ano consecutivo.

-Meus tios Alfredo e Dina comemoraram 40 anos de casados.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-Fui ao Ratha Yatra de Franco da Rocha.

-No dia do meu aniversário minha tia e madrinha veio de Campinas para ficar algumas horas ao meu lado, enquanto nenhuma outra tia nem me ligou para me parabenizar.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

-A Fernanda colocou um monte de bexigas em formato de coração no dia do meu aniversário.

-Meu pai foi me dar parabéns no meu trabalho e eu chorei.

 

Image Hosted by ImageShack.us

-Minha festa de aniversário havaiana foi um sucesso.

-Passei o natal com minha família aqui em Osasco.

-A virada do ano, vou para o Guarujá.

Que Suri Cruise e sua mãe Katie Holmes usam roupas coordenadas todo santo dia não é novidade. Porém a tonalidade cor de abóbora é especial simplesmente porque hoje é halloween.

Suri já foi vista outras vezes com essa girafa de pelúcia nas mãos, não é a coisa mais fofa?

Quando pensamos em vestuário de inverno, cachecóis vêm logo em nossa mente! O friozinho gostoso que tomou conta de São Paulo nos últimos dias nos convida a renovar nosso guarda-roupa e um cachecol bacana pode dar um up no seu visual.

Pensando nisso, minha mãe resolveu unir o útil ao agradável, ou seja, confeccionou algumas peças em crochê e para doar para a Grife de Goura. Sendo assim, todo o dinheiro das vendas dos cachecóis vai direto para a construção do templo de Goura Vrindávana.

 

Fique bonito(a) no inverno com estilo e ajude o projeto de construção do templo de Goura. Confira nossa coleção:


Interessados entrem em contato: radhapriti@gmail.com


Anúncios