Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘São Paulo


-Amorzinho, se você ficar até amanhã (que é feriado do funcionário público) eu te levo para ver Bhakti Dhira Damodara Swami no Adi-Templo.

Foi assim que convenci meu namorado a ficar mais um dia comigo, aqui em São Paulo. O templo estava bem cheio, o kirtana (canções para Deus) estava excelente e o meu humor muito bom, afinal de contas não tem nada mais prazeroso que ficar num tempo com alguém que a gente ama. Fomos bem recepcionados por alguns devotos conhecidos. O Júnior ficou todo vaidoso quando o Maharaj (Bhakti Dhira Damodara Swami, que é um líder religioso) o reconheceu…

Há exatamente um ano Júnior traduziu uma aula do Swami em BH e o levou ao aeroporto, porém ainda assim ficou na mental de não ser lembrado, até entendo, porque os sannyasis conhecem gente do mundo todo. Porém durante o kirtana BDDS olhou em seus olhos e abriu um sorriso lindo. Meu amor ficou extasiado e pulou que nem criança até o final do festival. Quando todos estavam saboreando o delicioso jantar, o Junior sentou ao lado do Swami e conversou com ele durante um tempão. Eu fiquei toda orgulhosa do meu amor, ele conseguiu estabelecer o maior bate-papo e em inglês.

Porém a parte mais engraçada da noite ainda estava por vir, o Júnior me apresentou como esposa para o Bhakti Dhira Damodara Swami. Nham! Nham!

Pessoal, sábado, dia 15/05 acontece na Praça Benedito Calixto mais um show do meu primo Leonardo. O show tem previsão de começar as 14h, todos são convidados.

Mais informações leia o informativo dos organizadores.

II Prêmio “CARRANO” de Luta Antimanicomial e Direitos Humanos

 

Dia 27 de maio completa-se dois anos da morte de Austregésilo Carrano Bueno, dramaturgo, militante da luta antimanicomial e autor do livro “Canto dos Malditos”, que originou o filme “Bicho de sete cabeças”, que junto com o livro revolucionou a história da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Carrano se destacou como o principal militante pela Luta Antimanicomial em nosso país. Eleito em congresso na cidade de Xerém-RJ, atuou nos últimos anos como representante dos usuários na Comissão Nacional de Reforma Psiquiátrica do Ministério da Saúde, chegando a receber, em 2003, uma homenagem das mãos do presidente da república Luís Inácio Lula da Silva, por seu empenho na Reforma Psiquiátrica. Além das torturas sofridas nos “chiqueiros psiquiátricos” – como dizia – Carrano sofreu vários processos judiciais por sua militância, principalmente por parte dos familiares dos médicos responsáveis pelos “tratamentos” recebidos nas passagens pelos locais onde foi internado, confinado e torturado. Carrano continuou militando até seus últimos dias no Movimento da Luta antimanicomial, mesmo com a saúde debilitada, no dia 18 de maio de 2008, participou do Dia Nacional de Luta Antimanicomial em Belo Horizonte.

  Continue lendo »

Quem é leitor assíduo do blog, se é que essa joça tem visitantes sem ininterrupção, tirando é obvio a Ferd e a Bia, sabe que eu amo um teatrinho básico. Aliás, amo todas as formas de expressar a arte, claro que umas mais do que as outras e teatro, é sem dúvidas, um dos meus favoritos. Domingo dia 25 de abril fui ver O Despertar da Primavera que está em cartaz em São Paulo, no teatro Sérgio Cardoso, que fica no centrão, até o dia 2 de maio, por isso esse é o último final de semana.

Aquele tipo de velho babão vai amar a peça por cenas de nudez e insinuação de sexo, eu confesso que achei até um pouco exagerado, o mocinho que não me convenceu tanto assim em ser realmente mocinho, chupando o peito da protagonista. Ela sim é ótima, bonita, tem uma voz linda e um sotaque que me fez lembrar alguém de antigamente.

Também gosto do público que freqüenta teatro. Geralmente são pessoas descoladas, com áurea de saudável e de mente aberta. Tem muito homossexual, porque a maior parte dos homossexuais gostam de coisas de qualidade e acima de tudo, de ter um quê de cultura, o que acho legal nesse grupo de pessoas.

A montagem é mais uma da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, que já fizeram de “7 – O Musical” e “Avenida Q”, que também vi em São Paulo. Escrita pelo alemão Frank Wedekind, no século 19, a peça trata dos questionamentos de um grupo de jovens e aborda temas como abuso sexual, suicídio e homossexualismo. Se não estiver numa boa fase da vida, em depressão, por exemplo, não vá porque a coisa é meio depressivo demais a partir da segunda fase, embora o conjunto da obra é muito interessante.

O elenco jovem é formado atualmente por atores entre 16 e 25 anos e hoje em dia parece ter um enredo inofensivo. Porém nem sempre foi assim, antes de estréia em 1981 na Alemanha, O Despertar da Primavera foi proibido, acusado de incitar os jovens ao suicídio e a prostituição. Além de suicido de um dos garotos, a peça conta com outros assuntos polêmicos como inseto, relações sexuais e opressão familiar.

No ano de 2006 o texto de Frank Wedekind, ganhou uma nova versão adaptada para o circuito Off-Broadway, ou seja fora da região da Broadway, e fez tanto sucesso que logo no mesmo ano estreiou na própria Broadway. E agora tem essa versão brasileira.

No mais, o espetáculo é interessante, bem montado e eu recomendo, mas é o último final de semana em São Paulo.

Horários:

  • Sexta-feira, 21h30
  • Sábado, 21h00
  • Domingo, 18h00

Assistindo ao programa da tevê Globo, Pequenas Empresas Grandes Negócios, que é um dos meus favoritos, deparei-me com uma barbearia super simpática aqui de Sampa, a Barbearia 9 de Julho. Achei a idéia muito válida de recriar a atmosfera das barbearias do estilo, nos anos 40 e 50, uma fofura. Muitos homens, como meu pai por exemplo, não gostam de cabeleireiros tradicionais unissex, então a 9 de Julho é uma alternativa divertida para esse público.

O empresário comprou em diversos fornecedores objetos antigos, creio que uma decoração dessas saia bem mais caro que uma mudéeeeeerna mas o resultado é fantástico e recomendo. A porta da barbearia é idêntica as portas de entrada da sala e cozinha da primeira casa que vivi, e olha que não nasci nos anos 1950.

Acima algumas fotos dos profissionais do local, assim como os clientes. Abaixo alguns cortes de cabelo estilo rockabilly.

Localização:

Rua Augusta, 1371 | Loja 105

Centro – São Paulo

Fone: (11) 3283-0170

Procurando sobre a Barbearia 9 de Julho na net, encontrei outras propostas parecidas em outras capitais brasileiras para os cavalheiros, para os rapazes de outras cidades não reclamarem, tá? Se alguém souber de outros estabelecimentos do tipo, let me know.

 Em Curitiba, por exemplo, tem a Barbearia Clube.

É na verdade um salão de beleza para os homens. O preço de um corte é R$30 reais, e ter serviço de manicura, tintura, massagem etc. O que achei interessante é que tem um pacote presenteável, chamado Dia de Rei que incluí corte de cabelo, barba, mão, pé, limpeza de pele, massagem relaxante, retirada de pelos faciais. A duração desse pacotão é de 4:30h e o investimento é R$255. Pensei que isso seria ideal para o dia de casamento deles, com excessão a limpeza de pele e remoção de pelos, que aconselho fazer uma semana antes para não ficar com pontos vermelhos e até meio inchados no grande dia.

Lá também tem revistas atualizadas masculinas e cervejas premium, tudo que eles acham que é coisa para macho

Funcionamento:

Segunda, das 13h às 20h.
Terça a sábado, das 9h às 20h.
41 3014 9413

Localização:

Filial 1:Rua Jacarezinho, 21/8,
quase esquina com Cândido Hartmann.

Filial 2: Rua da Glória, 220.

Curitiba – PR

 

Em Porto Alegre também tem algo semelhante, a Del Barbier que é uma barbearia junto com um restaurante. A barbearia, fundada em 1947, possui estilo clássico e tradicional utilizando os antigos métodos de barbear. O local também possui revistas e jornais diários, além de música ambiente.

Localização:

Rua Jerônimo Coelho, 188 próximo a Av. Borges de Medeiros

Centro

Porto Alegre – RS

Fone: (51) 3019-4202 

Oi gente, tenho um convite muito especial para fazer a vocês. O meu primo Leonardo, aquele fofo, lindo, querido e ultra mega talentoso fará um show amanhã, dia 20/03, na praça Elis Regina que fica ali no Butantã, na Avenida Vital Brasil, próxima ao Instituto Butantã, ou seja super perto de Osasco, do lado do templo Hare Krishna e de quem pensa em ir ao aniversário do Lineu, pertinho também. Desculpa as referências, talvez você possa não conhecer alguma, é que estou enviando o convite para vários amigos e postando isso em meu blog.

O show é um tributo a Elis Regina, que aniversariaria anteontem. Será uma tarde toda de homenagens a cantora com apresentações artísticas, contando com pessoas como, Regina Echeverria, amiga e biógrafa de Elis, além de outros artistas, intérprete e compositores.

Meu primo se apresentará em torno das 18h. Em seu repertório musicas de sua autoria, algumas que Elis interpretava e outras músicas que julgou interessantes para a apresentação.

Quem quiser conferir o novo clipe do Leo, veja abaixo.

 Este show será bastante importante porque após um longo período longe dos palcos, dedicando-se a carreira de piloto de avião, Leo volta para onde nunca deveria ter saído.

Leonardo já tocou no Bom Motivo, Steffani, Pizzaria Del Papa, Riviera, Mão Santa, em muitas festas lá em casa dentre outros lugares.

Veja o que saiu sobre o evento na clicando abaixo:

Continue lendo »

Quer um programa bacana para a tarde de hoje? Sugiro um bar que recém conheci lá na Vila Madalena, o São Cristovão. O dono Leonardo Silva Prado, aficionado por futebol e torcedor do vasco, montou um bar temático, no quarteirão mais badalado do bairro. O Bar São Cristovão, também nome do primeiro time do craque Ronaldo é pequeno e com estilo de boteco, e sobrevive bem mesmo estando cercado de bares maiores, tanto é que está sempre abarrotado de gente. Além de servir pratos para almoço e jantar, tem muitas possibilidades de petiscos. Gostei dos pasteis (em especial do de queijo) e meu irmão é fanático pela batata portuguesa, chegou dizer que são as melhores do mundo.

O São Cristovão foi aberto em 1999, sua decoração conta com mais de 3 mil enfeites, fotos, flamulas, posters, bandeiras de futebol. A casa mantém até hoje uma clientela descolada e a gente com mais idade não se sente um peixão fora d’água, ou seja, o público é mais velho. Eles sempre tem alguma atração musical, na ocasião um grupo de salsa com super qualidade, só me senti um pouquinho desconfortável para conseguir falar com as pessoas que estavam a mesa por conta do barulho, mas como os instrumentos nem estavam microfonados, não tinha como abaixar.

Um chopinho Brahma sai por R$4,40 e a porção mais barata, a de batata ou mandioca R$16. O atendimento é simpático, embora eles tenham nos pedido para mudar de mesa e ceder nosso lugar para uma turma maior que precisaram juntar mesas. Abre de segunda a domingo, a partir das 12h até o último cliente.

Endereço

Bar São Cristóvão
Rua Aspicuelta, 533, Vila Madalena
Telefone 3097-9904

Avaliação do Blog

Comida

 
Atendimento

 
Limpeza
 
 
Preço

Adoro a gastronomia de São Paulo, aqui dá para comer comida do mundo todo, isso é se tiver paciência em enfrentar os longos congestionamentos. Hoje vou indicar a vocês, meus leitores ou de repente alguém que caiu aqui de paraquedas e está afim de um restaurante com uma comida boa na capital. Minha sugestão é o restaurante Prema, que fica em Pinheiros, pertinho da Faria Lima e da Rebouças.


O restaurante em sistema bufê serve muitas opções de pratos frios e quentes, amo o bolo gelado e salgado, para mim, o melhor prato do local e as massas. Se tiver sorte, pode encontrar algumas iguarias da culinária indiana. Para beber, além de sucos naturais, tem os lassis, uma bebida indiana a base de iogurte e alguma fruta, que eu adoro então fica a dica. Já tomei todos os sabores e todos são ótimos.


Outro detalhe a parte são as sobremesas. Para a gente que é vegetariano meio que carece de opções sem ovos, lá tem um monte de pudins (o de goiabada e o de iogurte são meus favoritos) além da banana celestial, que é de lamber os beiços.

Até minha tia que não é vegetariana, elegeu esse restaurante como o favorito dela por aqui.

Endereço:
Prema Restaurante Vegetariano
Rua: Diogo Moreira, 312, Pinheiros – São Paulo, SP – CEP 05423-010
Fone: (11) 3815-1448

Avaliação:
Comida

 
Atendimento

 
Limpeza

 
Preço

Todas as vezes que ando aqui pela Times Square lembro do prefeito Gilberto Kassab, com o lance dele ter acabado com os outdoors e as propagandas de fachada de loja, se a cada propaganda que ele tivesse tirado da cidade ele colocasse uma de sinalização, estava bom… imagino quem não é de São Paulo a dificuldade que tem de andar de carro por lá, eu tenho mesmo morando 28 anos por lá. Temos que contar apenas com a Santa Paciencia e o São GPS. Quem não tem esses recursos, se lasca.

Aqui em NYC, principalmente na região da Times Square o exesso de informação é inclusive ponto turístico. As propagandas não são apenas simples outdoors chapados, tem muito brilho, luzes, pop-ups… tudo para tentar chamar a atenção, já que tem propaganda para tudo quanto é lado.

E a cidade evolui, é segura. Aqui os policiais podem ter os braços cheio de tatuagem e o uniforme não é tão alinhadinho como da PM Paulista, por exemplo. Porém, aqui em Manhattan a gente pode sair com nossas bolsas de grife a qualquer hora do dia, com a camera fotográfica profissional pendurada no pescoço. Estamos a naos luz disso. Quem não se lembra daquele garoto que foi morto em Guarujá por causa de uma câmera digital, dessas pequenas? Sabe? Na verdade a polícia brasileira é despreparada, colocam garotos de 18 anos com armas ultrapassadas nas mãos, onde eles matam pessoas de bem e morrem com tiros de bandidos que tem armas muito mais poderosas. Os policiais brasileiros são meros soldadinhos de chumbo, até a postura deles nos faz lembrar disso. Obrigatoriamente tem que usar um chapéu ridículo na cabeça, fazer um vinco na calça e cortar o cabelo com máquina 2 na nuca, 3 nas laterais e 4 no topo, me respondam, isso ssalva vidas? Eles não estão na fashion week  e sim deveriam estar nos protegendo e salvando vidas…

Vou colocar algumas fotos de ontem de noite aqui na Times Square para inspirar o prefeito.

Para finalizar o meu encantamento, vai um upload de agora, as 22:01h horário de NYC. Há exatamente uma hora atrás passei na Times Square, porque meu hotel fica aqui, e ví duas garotas dando muitas risadas diante de um laptop. Isso seria possível em Sampa? Sabe gente? Estamos tão acostumados com a violência urbana que nem achamos que é certo ter o direito de usar nossas coisas como e onde quiser, usar bolsas de marca sem medo de ser assaltadas, usar camiseta de banda, sem ter medo de ser jogado do trem, usar camisa te time sem medo de morrer e o mais atual, usar vestidos curtos sem ter medo de virar celebridade nacional.

Pensem nisso na hora de votar.

Hoje, fui do lixo ao luxo com meu irmão aqui em São Paulo. Precisava comprar um vestido para usar no meu aniversário, então pedi para meu irmão, que é um fofo, me acompanhar. E com boa vontade lá fomos nós.

A idéia inicial era ir a Galeria Ouro Fino, gosto muito de uma loja de lá, a Laundry. Porém hoje cedo pedi ao meu irmão incluir alguns lugares. Fomos inicialmente a Galeria do Rock queria comprar algum acessório meio rocker e quem sabe um presentinho pro meu pai. Comprei apenas algumas bijux de acrílico, que eu super-gosto. Passei na loja Mint que é da mesma dona da Laundry mas não gostei de nada.


Depois fomos almoçar ali no Prema, um restaurante lacto-vegetariano que tem ali em Pinheiros. Após um delicioso almoço, como já estávamos ali pertinho, pedi ao meu irmão para passarmos na Praça Benedito Calixto. Ele chiou um pouquinho, mas foi. Andamos numas galerias de lá, fui as lojinhas que eu sempre freqüento e acabei comprando 3 vestidos num que já sou cliente a Minha Mãe Que fez. Um vestido darei a minha mãe de natal e dois, preto e branco, ficarão de opção para usar no dia da festa de meu aniversário. Estou mega ansiosa pela minha festança. Ali também comprei uma camiseta do Rivelino para meu irmão. Não colocarei nenhuma foto dos vestidos, um é presente e os outros posso usar, então não vou queimar.

Nossa próxima parada foi a Galeria Ouro Fino. Como é de costume, fui correndo para a Laundry. Amo o estilo boneca-roqueira da marca, mas dessa vez, não me apaixonei por nada e sai de lá, incrivelmente, sem nenhuma sacola. Acabei comprando um bolerinho super cute e um vestido, que será outra opção para meu aniversário numa loja recém inaugurada a Scrimn.

Passamos rápido pela Oscar Freire, entrei em algumas lojas, mas não achei mais nenhum vestidinho preto e branco do meu interesse. Aguardem o post com minhas comprinhas.

Uma das coisas que acho mais difíceis nessa vida de consumidora de moda, além de não ter dinheiro para comprar tudo que quero, é adquirir sapatos de número 39. Reclamando disso com amigas no Twitter, verifiquei que todas as mulheres que usam calçados de número 39 sofrem do mesmo problema! Porque as lojas nos descriminam dessa forma tão descomunal? É tão sofrível não ter o sapato que a gente quer, olhar aquelas vitrinas lindas e não poder levar nada, sair da boutique com as mãos abanando e não é problema financeiro. O número 39 da Corello não me serve nem com reza braba, por exemplo. Mas sabendo disso eu nem namoro mais a marca… Porém, o pior mesmo é a frustração de entrar nas lojas e a vendedora sempre dizer –só tenho o 38. Poxa vida! Eu uso 39!

Esse post será itinerante. O que é um post itinerante? Todas as vezes que entrar numa loja e não achar um sapato que eu queria vou colocar aqui o dia, local e exemplificar o modelo. Quem sabe algum atacadista não nos leia a pense um pouco mais em nós, mulheres altas e com pés proporcionais a nossa altura!

17/03/2010 Arezzo do Shopping Bourbon

Fui a Arezzo do Shopping Bourbon, a coleção de inverno já começou a chegar. Fui lá e pedi Oxford Shoes e para a minha não surpresa, não tinha o número 39. Argh! Só voltar comprar sapatos para a próxima estação que essa lenga lenga volta. Número 39 djá!

 

18/10/2009 Arezzo do Shopping La Plaje Guarujá

Hoje fui novamente a loja, o scarpin pink que imita couro de cobra nem tinha. O peep toe papiro, que é o que mais queria, tinha um único par tamanho 36, ambos os modelos estão na foto acima. Minha mãe esta atrás do chinelinho abaixo e a moça trouxe um 38. Por que as vendedoras insistem nesse tamanho? Por que temos que usar sapatos apertados? Por que a Arezzo não respeita a gente?

15/10/2009 Arezzo do Shopping Villa Lobos
Agora é oficial, estou doente por sapatos. Eu nem olho vitrinas de roupas, só de sapatos, adoro esses modelos com meia pata e saltão que estão na moda. Ontem fui a Arezzo e consegui garimpar alguma coisa. Comprei o sapato de verniz abaixo e quase dormi com eles nos pés de tão feliz que fiquei. Queria mais dois modelos, a vendedora prometeu arrumar para mim, depois dou o feedback. O ruim das lojas não serem do mesmo dono da rede Arezzo faz com que eles não busquem o produto noutras lojas. Argh!

Dia 08/10/2009 Empório dos Calçados

Acompanhei uma amiga a esse “paraíso” e saí com seis pares de sapatos 39. Todos os modelos que quis pela primeira vez tinha! Nem precisei pegar o “resto”! Fiquei tão feliz que até escrevi sobre isso aqui.

Dia 21/09/2009 E-mail Raphaella Booz do Shopping Dom Pedro Campinas.

Não ageuntei e enviei um e-mail para loja, querendo saber se tinham noutras lojas aquele scarpin super desejo pink, a resposta foi negativa, infelizmente. Estou sonhando com aquele sapato desde então… façam sapato 39 turma!

Dia 19/09/2009 Arezzo do Shopping Dom Pedro Campinas.
Estou virando consumidora profissional. Queria muito aquele peep toe nude da Arezzo, sendo assim, mal posso ver uma lojinha da marca que entro para perguntar se tem o bendito cujo. Claro que eu também queria os outros modelos do dia 13, mas decidi focar nesse peep toe, para minhas primas não me acharem so crazy. Não tinha o sapato na vitrina, apenas um do mesmo modelo noutra cor. Chamei a vendedora, que logo disse que não tinha e nem me ofereceu mais nada, é claro que me interessaria fácil por mais um sapatinho… E foi na loja do lado que eu o encontrei.

Dia 19/09/2009 Raphaella Booz do Shopping Dom Pedro Campinas.
Adorei o Shopping Dom Pedro em Campinas para comprar calçados, são tantas opções. O shopping é super grande, então há muitas possibilidades. Na revista Elle desse mês vi uma propaganda da Raphaella Booz. Adorei o sapato anunciado, porém vi que não havia filiais em Sampa. Desencanei. Nunca imaginei que iria esse mês para Campinas e compraria um sapato lá. É o destino! Passando em frente a loja vi um scarpin pink ultra-lindo. Já entrei na loja pedindo a Deus que tivesse a minha numeração. E para variar, só tinha o número 36 e o 37! Porém, diferentemente da Arezzo, a vendedora me trouxe o único scarpin de meia pata da loja número 39. Ele é multicolorido, foto abaixo,  não agüentei e comprei. Porém deixei meu número, pedindo para acharem um pink. Estou esperando ansiosamente um contato. Até agora, nada!

 

 

Dia 13/09/2009 Arezzo do Shopping Analha Franco.
Admito, eu estou fall in Love por quase tudo da Arezzo. Porém a Arezzo não gosta de mim! No catalogo eu achei uns 10 pares que eu compraria sem a menor cerimônia, porem a minha realidade é sem possibilidades de compra, eles não fazem sapatos 39. Me apaixonei por um peep toe pink e alto, um scarpin de bico redondo e verniz, uma rasteirinha branca e pespontada, o peep toe bege que eu tenho fé que um dia conseguirei comprar e um scarpin pink que imitava escama de peixe. –Moça, pode trazer todos, porque se tiver tudo eu compro tudo! Disse eu super empolgada e com os olhos brilhantes, dignos de uma mulher que ama calçados. Alguns minutos mais tarde a vendedora cruelmente volta dizendo que até ontem tinha o 39, e agora só tinha alguns 38. Senti uma faca atravessando o meu peito! As pessoas não tem o menor pudor em nos dizer isso.

Dia 12/09/2009 Via Uno do Shopping União de Osasco.
A vitrina estava bem bonita e tentadora. Pedi cinco sapatos de cara, um scarpin rosa, um peep toe bege, uma sandália pink, nude e bege. A vendedora entrou no estoque e pasmem! Voltou com as mãos abanando! Não tinha nada e sem nenhum sentimento não trouxe nada que eu pudesse garimpar.

Dia 07/09/2009 Shopping La Plaje Guarujá
A vitrina estava linda e eu queria muito um peep toe da cor da pele. Achei um lindo, alto, com a meia pata, foto abaixo. Pedi para a vendedora que veio com um monte de caixas. Quando as vendedoras vêm com um monte de caixa já sei que não tem o que queria e que vai tentar empurrar alguma outra coisa. Ela trouxe três peep toe preto. Dois ficaram apertados e um ficou legal. Vou levar. Empolgada, escolhi mais alguns outros sapatos e a vendedora voltou cheia de caixas, nada do que havia pedido. Por fim, trouxe tudo o que ela tinha do tamanho 39. Levei um peep toe e uma sandália absurdamente alta. Minha mãe, que não ia comprar nada e diante das ótimas oportunidades tamanho 39, acabou levando dois sapatos.

Dia 30/08/2009 Arezzo em Guarujá e no Shopping Villa Lobos.
A vitrina da Arezzo em Guarujá estava toda em tons brancos e nudes. Me senti hipnotizada. Queria muito um peep toe de salto alto, meia pata e num tom nude muito bonito, foto acima. Mas, para variar, não tinha o 39! Quando subimos a serra pedi ao mei pai para passar no Shopping Villa Lobos para mais uma missão impossível e believe or not mais uma vez sai da loja de mãos abanando. Eu tenho um potencial forte e consumidor, mas a Arezzo não gosta das mulheres altas, uma pena! Vou abrir minha filial da Arezzo e só vou ter números grandes, vão ver!