Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘Surf

Dia desses estava lendo o Fashionismo, um dos blogs que acho mais bacanas sobre modas e afins. Confesso que a autora me inspirou a escrever um post. Nele Thereza dizia estar de saco cheio de algumas modinhas como a bolsa Chanel preta com alças de corrente, das sainhas rodadas com cinto, dos colares de pérola, e eu aqui sonhando com um da H. Stern… Enfim, resolvi escrever sobre os 10 itens da moda de rua de São Paulo que mais estou verdadeiramente de saco cheia… Se estivesse vendo muitas garotas com Chanel e perolas – verdadeiras, tanto as pérolas como a bolsa, estaria dando um imensoGraças a Deus.

Top 10 da cafonice, segundo eu mesma:

1ª. Roupas da Fitwell ou coisas do gênero. Essas marcas de roupinhas de surf de quinta são vedete nos centros da cidade e olha que aqui em Sampa nem tem mar… Não é somente a Fitwell tem muitas e muitas similares com essas estampas cafonas, tecidos ruins e preço baixo. As clientes são pessoas que não estão nem aí com moda e estilo.

2ª. Sapatos de plástico. Eu até gosto de alguma coisa da Melissa. Mas hoje em dia existe muitas marcas de sapatinhos de plástico. Os piores são os transparentes, que de longe, parece que você esta descalça.

3ª. Uma das coisas que mais chamam a atenção são mulheres de barrigas protuberantes usando calça de cintura baixíssima, muitas vezes revelando um pedaço de pele flácida. Vocês já repararam como essas calças deformam o corpo da mulher? Ou melhor, como a mulher de hoje é menos acinturada do que a de antes? Fora que muitas vezes é vulgar.

4ª. Essas botas de plataforma e de camurça são vedete entre as surfistas e as meninas que freqüentam raves, quer dizer, a coisa esta tão ruim, que estão nos pés entre 8 de 10 meninas. É um perigo, é como se estivesse andando sob tijolos, então a possibilidade de virar os pés é imensa. Cuidado!

5ª. Bolsa de vinil. Já usei muitas, já tive muitas e hoje em dia, acho bem feio. Parecem aquelas bolsinhas amostra grátis que vem com xampu e condicionador de cortesia. Não gosto.

6ª. Imitações de bolsas de grifes. Isso além de ser eticamente questionável, tem umas imitações que gritam. Se não tem grana para comprar uma bolsa de marca, existem opções nacionais e de qualidade, com preço bem mais acessível.

7ª. Touca de lã com roupa que não condiz com o frio. Antes só os manos usavam, hoje o estilo de ampliou. Se você cobre a orelha, creio eu pelo o frio, não tem como deixar os braços e pernas descobertos, né? Já vi gente de regata, bermuda e touca. Uma lástima! O uso prolongado deve dar caspa.

8ª. Cabelinho estilo emo! Eu já tive esse cabelo antes do booom emo e achava lindo. Hoje, para mim, é sinônimo de cafonice porque faz tempo que isso era cool. Pior ainda, são os que deixam o visual ensebado.

9ª. Sapatos, sapatilhas de baixa qualidade, geralmente tem fivelas grandonas! Não que sapatos de bom gosto não tenham, mas vocês já pararam na frente da Ângela? Da Shoes bizz? A maioria dos calçados fechados tem fivelas e são uó.

10ª. Jeans com lavagens estrambóticas. A maioria dos jeans de baixa qualidade fazem umas lavagens bem estranhas e exageradas. Isso porque o jeans não tem qualidade, então para disfarçar o que numa cor chapada seria revelado, eles fazem mil e uma manchas. Pior só, são aquelas propositalmente (ou não) detonadas.

Atenção: a ordem de aparição dos comentários não agrega maior ou menor valor às breguices, ok?

Anúncios

Sábado ocorreu o mar ficou agitado no litoral sul de São Paulo, resultado de um ciclone extratropical que está no oceano. As ondas de chegaram a três metros de altura estão provocaram estragos em algumas cidades da baixada santista. Não vi sequer um surfsta herói louco na água.

Domingo o mar recuou em Guarujá e deu para aproveitar a praia. As famílias correram cedo para a areia e colocaram seus guarda-sóis, casais dividiam a mesma esteira no chão e surfistas aproveitavam ondas grandes, do finalzinho da ressaca de sábado. A água estava um pouco gelada, embora o dia estivesse quente e ensolarado, poucos aproveitavam para se banhar nas águas das Pitangueiras. Delírio para os surfistas, que não precisavam desviar do banhista desavisado somente prestar atenção com o colega que poderia lhe levar a onda. Sabe uma coisa que não entendo? Porque os surfistas brigam por ondas? O mar nunca pára! Tem para todo mundo, vai cuidado!

Arrisco a dizer que no finzinho da tarde, em Pitangueiras, as ondas chegavam a 1,5 ou mais, digo isso porque a onda era mais alta que o surfista. Um rapaz teve muita dificuldade para passar a arrebentação de pé, em sua prancha remando… era um caldo atrás do outro. Não tirei os olhos doutro com bermuda amarela, ele estava pirando nos aéreos e um cara que estava no mesmo ponto, ao meu lado, estava tão atônito como eu.

Queria eu ter a capacidade de me jogar no mar e desfrutar dos ondões, mas não, sou aprendiz e quando o mar esta assim torno-me uma completa observadora do morro do Maluf, ainda preciso da calmaria e de ondas baixas, ainda mais com um verão todo longe do mar…

 

Image Hosted by ImageShack.us

Semana passada ganhei essa bolsinha de mão da Edneusa, na embalagem sugeria que era para levar IPods, máquina fotográfica ou celular. Achei ótimo para levar a praia com um dinheirinho e um celular (ou máquina fotográfica). O Guarujá anda tão violento que qualquer coisa diferente seria muito perigoso e arriscado. Na mão levo uma canga (para forrar minha cadeira) e um borrifador de água (para me refrescar com água potável). Super aconselho levar uma coisa pequena dessas a praia, principalmente quem freqüenta o litoral de São Paulo. Coisas de valor deixe nem casa ou no porta-malas do carro.


Olha a vista do meu apartamento que linda.

Hoje não deu praia aqui em Guarujá. A faixa de areia esta toda coberta pela água e o mar enressacado. Não tem um surfista nas águas das Pitangueiras. Um casal de amigos, Camila e André vieram nos visitar, mas acabaram fazendo uma passagem bem rapidinha pela cidade, porque ela queria pegar uma corzinha e aqui não tinha areia. Ai ai ai ui ui.



André, Debora e Camila na praia das Pitangueiras.

Um fato interessante aqui em Guarujá, especialmente na minha rua é a quantidade de morador de ruas. Flagrei um cara dormindo no banco (repare nas setas pretas) enquanto estava em meu apartamento testando a minha lente nova da câmera para longe. Depois quando desci para a praia, já com a câmera portátil (por isso a diferença da qualidade das fotos) flagrei o mendigo sendo capturado pela guarda local. Minha tia Terezinha foi perguntar para onde eles seriam levados e o guarda explicou que era para um albergue. Infelizmente se não ficar um policial aqui, os moradores de rua voltam rapidinho, a rua é arborizada e cheio de bancos.

Pelo que vi, nenhum dos moradores de rua foram mal tratados, apenas tirados da rua. Eles dão medo na gente e nos turistas… fora que alguns fazem pequenos assaltos e baixarias nas ruas, já até falei disso aqui.

Image Hosted by ImageShack.us

Para descontrair, comprei duas lembrancinhas para duas amigas minha. A Juliana esta numa fase de usar florzinhas no cabelo, eu tenho várias floreinhas dessa, comprei duas pequenininhas para ela e uma para outra amiga, a Fernanda, que se não ganhar presente fica toda enciumada.


A Juliana é uma morena bonita, por isso prefiro cores quentes, enquanto a Fernanda é loira, acho que azul claro e verde água fica perfeito com esse tipo de cor de cabelo.

Daqui a pouco a Lineu, a Fernanda e os pais dela chegam para o almoço de sábado de aleluia aqui em Guarujá.

O final de semana aqui em Guarujá foi de temperaturas altas, excelentes para um belo banho de mar. As águas da praia de Pitangueiras estavam com uma calmaria irreconhecível, nunca vi o mar assim, parecia uma lagoa. As ondas, quando vinham, não tinham muito tamanho e nem força, não ventava mas não tinham muitos surfistas na água, só os mais inexperientes, aqueles que estão aprendendo como eu.

 

Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Aos finais das tardes fomos abençoados com chuvas, mesmo assim continuou abafado.

Image Hosted by ImageShack.us

Na praia de Pernambuco a demarcação de lugares na areia acontece livremente principalmente pelos carrinhos de pasteis (e outras porcariadas). Gostaria de saber se essa lei do guarda-sol é só para a praia das Pitangueiras, Astúrias e Enseada ou se os carrinhos, esses que mais emporcalham mais as praias, tem livre acesso para colocar quantos guarda-sóis quiserem. Reparem que no caso, os guarda-sóis estão enumerados como mesas de um restaurante. Pode?

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Gosto muito da praia do Tombo, aqui em Guarujá. Talvez porque seja a praia que lembre mais a minha saudosa Florianópolis. Infelizmente a água do mar de lá esta imprópria para banho. Li sobre isso no jornal Destak, porém quando fui lá, a bandeirinha vermelho da CETESB alertava pela má qualidade a água.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

É muito triste quando uma praia bonita como a do Tombo estar imprópria para banho e fico mais indignada como as prefeituras das cidades da Baixada Santista deixaram a coisa chegar nessa proporção, tem cidades que tem mais praias poluídas que o Guarujá, em Santos por exemplo, todas! Isso afasta turista, desvaloriza imóveis, o bairro, a cidade e principalmente trás menos dinheiro a cidade.

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

A praia do Tombo é muito visada para prática do surfe, uma das melhores da região. É também palco de muitos campeonatos do esporte aquático. Com a praia sujinha, será que os patrocinadores procurarão o Tombo para seus eventos?

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

Porém mesmo diante dessa notícia ruim, ainda podemos observar a beleza do lugar. Achei super fofo esses menininhos, eles se conheceram aí na praia, nesse momento e sem nenhuma conversa aparente, começaram a jogar algo que lembrava futebol. Vamos prefeitura do Guarujá, garantir o desfrute de nossas próximas gerações.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Sabe uma coisa que eu reparei? Os homens aproveitam mais a praia do que as mulheres. Durante o dia as famílias, casais de namorados e tudo mais lotam a faixa de areia. O mar fica cheio de banhista, porém o fenômeno começa mais ao entardecer, quando as famílias vão embora, ou apenas as mulheres. Os surfistas caem no mar e outros jogam futebol (e outros poucos vôlei). As mulheres devem estarem em casa assistindo novela (glup!) ou pior, fazendo o jantar.

Image Hosted by ImageShack.us

Ontem choveu o dia todo (também choveu quarta, terça e segunda) e no final da tarde deu aquela estiada e a noite ficou gostosa, perfeita para os casais apaixonados ou para os garotos (e se existir alguma garota) praticar algum esporte na praia.

 

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Anúncios