Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘Vegetarianismo

A banda do meu irmão The Veggie Pimps acabou de lançar o clipe da música The Pupils Fanclub que já está disponível no Youtube. Meu irmão é um entusiasta, sempre criando coisas novas e inusitadas. O vídeo pode parecer meio familiar para alguns de vocês, foi gravado na sala da minha casa.

Ah! O vocalista e guitarrista da banda é o Guilherme e o baterista o Bryan. Uma peculiaridade da banda é que ambos são vegetarianos e gostam disso.

 Deixe um comentário para os meninos.

 

Natal sem peru não é a mesma coisa…. é melhor!

Clique aqui e veja mais.


Aqui em Osasco, um grupo de militantes vegetarianos luta pelo fim do rodeio da cidade, que segundo me consta é o quarto maior do país. Eu, sinceramente também estou nessa luta! Sou vegetariana há 14 anos por amor aos animais, sendo assim sou contra qualquer atrocidade que se faz contra eles. O rodeio é algo muito violento, prendem-se os testículos do touro para ele dar aqueles saltos frenéticos, o pião bate com esporas pontiagudas no couro do bicho e ainda vai um nego e dá um choque no animal para ele pular ainda mais.

Acho muito estranho a pessoa de bem e inteligente ir a esse tipo de evento e “se divertir”, como sempre digo, as vezes, para não precisar mudar algumas atitudes as pessoas prefere cegar-se a se aprofundar na verdadeira essência de seus atos.


Ví muitos desses lamb-lambs espalhados pela cidade. Observei também que muitos eram rapidamente rasgados. É o resultado da população que quer se enganar e dos interessados financeiramente nesse tipo de evento. Oro muito a Deus pelo dia em que o bicho homem irá respeitar todos os outros bichos e parará de se alimentar de seu sangue tal qual se divertir com torturas idiotas.

No banner abaixo você poderá ir ao site Odeio Rodeio e ter mais informações sobre esse movimento.

A notícia da semana é a gripe suína. Ela apareceu no México, já matou 52 no país e esta se alastrando por todo o mundo afora. O nego vai lá, come a carne do porco mal cozida, se contamina e começa a transmitir pelo ar uma gripe muito forte. – Os criadores de porcos também podem pegar a doença e o resultado muitas vezes é fatal, segundo o site G1 já foram detectados e confirmados o vírus em sete países além do México, como Estados Unidos (64 casos), Canadá (6), Espanha (2), Escócia (2), Nova Zelândia (3), Israel (2) e Costa Rica (1). Porém ainda não temos nenhum caso confirmado no Brasil.

Agora vem a minha dúvida, será que Deus estaria nos punindo porque não estamos cumprindo um de seus 10 mandamentos que é não matar? E em gênesis Deus diz:

Vejam! Eu entrego a vocês todas as ervas que produzem sementes e estão sobre toda a terra, e todas as árvores em que há frutos que dão sementes: tudo isso será alimento para vocês.

Essa passagem esta em Gênisis 1.29

E muitos, ou melhor, a maioria continua matando bichos inocentes para saciar a língua. A gente não escuta falar na gripe da alface, ou no rabanete louco, mas escutamos acerca da vaca louca, gripe aviária, gripe suína, salmonela no ovo e até lombrigas e tênias que não ocupam grande espaço na mídia. Alias, quando aparecem esses surtos vindos da carne de bicho a mídia sempre lança uma reportagem para despreocupar a população, já que a indústria da morte é uma das mais poderosas e que mais faturam aqui no Brasil.

Celebrar o Natal é respeitar a vida e o mundo!
É valorizar aqueles que nos querem bem.
É a riqueza das pequenas atitudes.
Atitudes conscientes e responsáveis.

A ceia de Natal (ou ano novo) vegetariana é muito mais saudável, nutritiva, light, politicamente correta e tenho certeza que agrada muito mais o aniversariante: Jesus Cristo.

Sugestões de ceia vegetarianas:

Sugestões de Entradas:

-Pão integral com opções de pastas de berinjela, grão-de-bico, tomates secos, ricota, espinafre ou soja com ervas.

 Pasta de Berinjela

 

  Ingredientes:
1 berinjela grande ou 2 médias
1/4 de xícara de sumo de limão
1/4 de xícara de azeite
2 dentes de alho amassados
Sal e pimenta (vermelha) a gosto
Salsinha para enfeitar

 

Modo de Preparo:
Assar a berinjela inteira (sem descascar) até que esteja bem macia, quando espetada com um garfo. Cortá-la ao meio, retirar a polpa e passar pelo liquidificador. Acrescentar alternadamente, o azeite e o suco de limão, mexendo bem. Juntar o alho e temperar a gosto com sal e pimenta (vermelha). Servir em torradas ou barquinhas.

 

 

Pasta de Grão-de-bico

Ingredientes:
250 g de grão-de-bico deixado de molho por algumas horas e cozido
1/2 xícara (chá) de água do cozimento do grão-de-bico ainda quente
1/2 xícara (chá) de tahine
4 colheres (sopa) de suco de limão
2 dentes de alho socados
sal a gosto
Modo de Preparo:
Coloque no processador ou liquidificador o grão-de-bico ainda quente com a água. Bata até ficar homogêneo e reserve. Numa tigela, misture bem a tahine com 1 xícara (chá) de água gelada, até esbranquiçar. Adicione o suco de limão, o alho e o sal e misture até obter uma pasta homogênea. Junte o grão-de-bico e misture bem. Sirva com pão árabe ou pão folha.

 

 Pasta light de ricota

 

Ingredientes :
300 g de ricota fresca
100 g de azeitonas pretas, sem caroço
Azeite extra-virgem, a gosto
Algumas folhinhas de manjericão fresco
Nozes picadas a gosto
1 colher de água

Modo de Preparo:
Usando um garfo, amasse a ricota com a água. Junte as azeitonas picadas e o azeite, até formar uma pasta homogênea. Termine acrescentando as nozes picadas e as folhas de manjericão, também picadas. Misture bem. Sirva com mini torradas light.
Dica: Caso queira bem cremosa, utilize um processador para misturar os três primeiros ingredientes

 

 

 Patê de Espinafre

Modo de Preparo:
No processador, bata bem todos os ingredientes, adicionando o iogurte até o patê atingir o grau de cremosidade desejado. Sirva com torradas ou a gosto

 

   Ingredientes :
200 g de ricota
20 g de espinafre em pó
1 colher (chá) de azeite de oliva
1/2 colher (sobremesa) de cebola desidratada
Quanto baste de iogurte desnatado

 

 

 

Patê de Soja com Ervas

 Ingredientes :
2 xícaras (chá) de soja
1 xícara (chá) de ricota
1/2 xícara (chá) de leite integral
1 colher (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) de mostarda
2 colheres (sopa) de salsinha picada
2 colheres (sopa) de cebolinha picada
sal a gosto

Modo de Preparo:
Escolha a soja, retirando os grãos danificados, lave e deixe de molho por 2 horas em 1 litro de água. Em seguida, escorra a água e coloque a soja em uma panela de pressão. Cubra com água e leve ao fogo por 20 minutos, ou até os grãos ficarem macios. Retire e escorra a água. Bata a soja no processador até obter uma pasta. Junte a ricota, o leite, o suco de limão e a mostarda e bata por mais 2 minutos. Por último, junte a salsinha e a cebolinha. Acerte o sal. Sirva o patê com pão torrado ou use para preparar sanduíches.

 

-Mix de sementes oleaginosas torradas e levemente salgadas, tais como: castanhas de caju, pistache, amendoins, castanha do Pará; frutas desidratadas, como: damasco, uva passa e ameixa.

 

Prato Principal:

-Rocambole de carne vegetal.

Rocambole de carne vegetal

 

Ingredientes :
Duas xícaras de carne de soja (moída).

Massa:

4 colheres (de sopa) de ricota defumada ralada grosso
Cebola ralada
Alho com sal, salsa e cebolinha
1 ½ farinha de trigo
1 xícara de farinha de rosca
3 colheres (de sopa) de azeite

Recheio:

Tomate picado
Pimentão
Palmito
Azeitonas picadas
Queijo prato ou Minas em pedacinhos
Salsicha vegetal cortada em cubinhos
Rodelas de abacaxi.

Modo de Preparo:
Aferventar, lavar e espremer bem duas xícaras de carne de soja (moída). Acrescentar os ingredientes da massa. Misturar bem até espalhar sobre um plástico. Rechear e enrolar como rocambole. Cortar parcialmente as fatias e, entre uma e outra, colocar meia rodela de abacaxi. Assar em tabuleiro untado.

 -Quibe de forno de PVT, pode fazer recheado com cebolas dourada. A Vera* faz um delicioso.

 

 Quibe de forno de PVT

 

 Ingredientes :
2 xícaras de trigo de quibe (deixado de molho na água por +/- uns 20 minutos)
2 xícaras de PTS fina (previamente hidratada)
1 cebola picada em cubinhos
2 tomates picados em cubos
salsa picadinha
1 cenoura picada
6 azeitonas picadinhas
sal a gosto
4 colheres de sopa de shoyo
3 colheres de sopa de azeite a gosto
Hortelã picadinha

Modo de Preparo:
Misturar bem os ingredientes e colocar numa travessa ou tabuleiro e apertar bem para ficar compacto, e regar com azeite por cima. Levar ao forno por +/- 30 min. Quando estiver crocante é só retirar do forno e se deliciar.

 

-Bacalhoada vegetariana. Em camadas sobrepõe-se batatas cozidas, a carne de soja refogada (em alho, alho, shoyu, polpa de tomate, leite de coco e louro), cebolas, pimentão, tomates e azeitonas pretas. O prato é assado em forno quente e regado ao molho de alho socado, limão e azeite.

 

Bacalhoada vegetariana

 Ingredientes :
2 xícaras de carne de soja (branca em pedaços)
Óleo
Molho shoyu a gosto
Polpa de tomate a gosto
1 vidro de leite de coco
2 folhas de louro para refogar a carne de soja
4 batatas
1 cebola
1 pimentão
2 tomates
Azeitonas pretas para decorar a gosto

Para o molho:

Alho socado
Suco de 1 limão ou vinagre de maçã
Azeite a gosto

Modo de Preparo:
Afervente a carne de soja. Depois lave a carne, escorra bem e refogue. Numa assadeira, arrume em camadas: as batatas, a carne, as cebolas, os tomates e o pimentão em rodelas, Decorem com as azeitonas, regue com o molho em leve ao forno quente pré-aquecido por alguns minutos até dourar a parte superior

 

 

-Risoto de quinua com tomate seco.

 

 

 

 Risoto de Quinua com Tomate Seco

 

 Ingredientes :
350gr de Quinua
1 Cebola
4 Tomates
200 ml vinho branco
600 ml caldo de vegetais
250gr de espinafre

 

Modo de Preparo:
Cortar a cebola em fatias finas e refogá-las em água até ficarem transparentes. Juntar a quinua e esquentar até que os grãos absorvam todo o líquido. Juntar os tomates descascados e picados, juntar o vinho e cozinhar em temperatura media até que a quinua absorva todo o liquido. Juntar o caldo de vegetais aos poucos e cozinhar em fogo baixo. Lavar o espinafre e juntar com alho, cozinhar suavemente até que o líquido evapore. Juntar o espinafre com o risoto de quinua. Temperar com sal, pimenta e noz moscada. 150gr de queijo branco ou queijo de cabra ralado ou parmesão de boa qualidade, salpicar no risoto pronto e servir.

 

 

-Risoto de grão-de-bico.

 

 

 

 

Risoto de Grão-de-Bico

 

 Ingredientes :
2 xícaras (chá) de arroz integral longo fino, tipo 1
1 xícara (chá) de grão de bico
2 colheres (sopa) de gergelim integral branco
2 colheres (sopa) de semente de linhaça
1 colheres (sopa) de manteiga light
1 colher (sopa) de óleo de canola
Sal moído iodado marinho á gosto
1 cebola cortada em rodelas finas
1 tablete de caldo de legumes
Pimenta do reino (opcional)
Queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:
Deixar o grão de bico de molho, da noite para o dia. Após este tempo, escorrer, colocar na panela com o caldo de legumes e 3 litros de água, tampar deixar cozinhar até que os grãos estejam macios. Em outra panela, colocar cebola com óleo, manteiga e deixar murchar sem fritar, adicionar o arroz já cozido e o grão de bico, mexendo sempre. Servir com queijo, semente de linhaça e gergelim.

  

-Tomates recheados com tofu.

 

 

Tomates Recheados com Tofu  

 

 Ingredientes :
6 tomates grandes (sem estarem excessivamente maduros)
200 g de tofu
100 g de miolo de pão integral
100 g de queijo Emmenthal
40 g de azeitonas pretas
2 dentes de alho picados
Uma cebola pequena bem picada
Uma colher de sopa de salsa picada
3 colheres de sopa de azeite
Sal

Modo de Preparo:
Retire a parte de cima (tampa) dos tomates, esvazie-os cuidadosamente de modo a formar uma cavidade. Pique a polpa de tomate que retirou e reserve. Aqueça o azeite e aloure a cebola e o alho. Junte as azeitonas sem caroço cortadas em pequenas tiras. Amasse o tofu com um garfo e misture com o miolo de pão, o queijo cortado em pequenos cubos e a salsa. Junte a cebola, os alhos e os cogumelos ligeiramente alourados à mistura de tofu e mexa bem. Retifique o tempero e, se necessário, adicione sal. Encha as cavidades dos tomates com a massa anterior, coloque as tampas nos tomates. Introduza-os num prato de gratinar e leve-os ao forno médio durante 30-40 minutos.

 

 

 

 

 

Dica: substituir o peru e o bacalhau pelo seitan que é uma espécie de glúten. O seitan é a principal alternativa para a substituição da carne, inclusive porque é muito parecido. Como é produzido a partir do trigo, concentra toda a parte protéica do cereal, o glúten. É rico em proteínas e pobre em gorduras. Consumindo cerca de 180g de seitan, é possível satisfazer as necessidades protéicas diárias.

Guarnições
-Arroz primavera. Outra especialidade da Vera, porém a receita que se segue não é dela.

 

Arroz Primavera

 Ingredientes :
1 colher de sopa azeite de oliva ou de óleo de girassol
1 unidade cebola picada fino
2 unidades cenouras cortadas em cubinhos
2 unidades abobrinhas médias cortadas em cubinhos
1 xícara mini-espiga de milho verde cortada em rodelas
3 unidades talos de salsão cortados em rodelas
2 xícaras arroz integral
2 colheres de chá ervas secas sortidas
1 caldo de legumes quente
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
4 unidade tomate tipo caqui, sem pele e picado
1 colher de sopa salsa picada

Modo de Preparo:
Aqueça o azeite ou o óleo numa panela de fundo grosso. Frite a cebola, a cenoura, a abobrinha, o milho verde e o salsão por 5 minutos até amolecerem. Junte o arroz e as ervas e cozinhe por 1 a 2 minutos, mexendo sem parar. Adicione o caldo de legumes aos poucos, tempere com sal e pimenta-do-reino, tampe a panela e cozinhe por 45 a 50 minutos ou até que todo o caldo tenha siso absorvido. Acrescente o tomate e cozinhe por mais 5 minutos.
Tempere bem e sirva quente, enfeitando com a salsa picada e acompanhado de salada verduras de folhas crespas.

  

-Arroz integral com brócolis.

 

Receita de Arroz Integral com Brócolis

 Ingredientes:
2 dente(s) de alho amassado(s)
1 colher (chá) de azeite
1 maço de brócolis picado(s)
2 colheres (sopa) de uva passa
2 xícaras (chá) de arroz integral cozido(s)

Modo de Preparo:
Refogue o alho no azeite, junte o brócolis e as passas e deixe mais 5 minutos. Misture o arroz e cebolinha.

 

 

 

-Lentilhas com cebola e pimentão.

 

Lentilha com Cebola e Pimentão

 

 Ingredientes :
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 xícara (chá) de lentilhas
1 pimentão vermelho cortado em rodelas
1 pimentão amarelo cortado em rodelas
sal e pimenta-do-reino branca a gosto
1 pimentão verde cortado em rodelas
1 cebola cortada em rodelas
1 dente de alho amassado

Modo de Preparo:
Lavar as lentilhas em água corrente, colocar em uma tigela e adicionar 500 ml de água.
Cobrir a tigela com filme plástico e deixar de molho de um dia para outro. No dia seguinte, escorrer a água e colocar a lentilha em uma panela com 1 litro de água. Tampar a panela e levar ao fogo por 10 minutos, ou até as lentilhas estarem cozidas. Retirar, escorrer a água e reservar. Em uma panela, aquecer o azeite de oliva, juntar a cebola e o alho e refogar, mexendo de vez em quando, até murcharem. Acrescentar os pimentões e refogar, mexendo de vez em quando, até murcharem. Acrescentar os pimentões e refogar, mexendo de vez em quando, por 4 minutos, ou até ficarem macios. Por último, adicionar as lentilhas, o sal e a pimenta-do-reino. Misturar bem, reduzir o fogo e cozinhar, mexendo de vez em quando, por mais 3 minutos. Retirar do fogo e servir.

 

 

-Saladas tropicais que misturam frutas como abacaxi e uvas passas brancas com o sabor marcante do salsão. O molho pode ser de iorgut natural light temperado. O curry dá o toque final de sofisticação.

 

-Salada de soja tropical pode ser feito com soja cozida, maça com cascas, umas passas sem sementes, cenoura e pimentão vermelho.
-Salada de legumes grelhados regados ao molho pesto.

 

Molho Pesto

 Ingredientes :
30 g de folhas de manjericão fresco (opções: rúcula, agrião, salsinha ou coentro)
1 a 2 dentes de alho
20 g de pinoli (opções: castanha de caju, nozes ou amendoim)
1/2 xícara (chá) de azeite
Queijo parmesão ralado a gosto
Sal a gosto

Modo de Preparo no Pilão:
Num pilão, coloque folhas de manjericão fresco (ou rúcula ou agrião ou salsinha ou coentro), alho, pinoli ou castanha de caju (ou nozes ou amendoim) e 1/2 xícara de azeite (reserve a outra metade). Macere bem com o auxílio de um socador. Adicione a outra metade do azeite e queijo parmesão ralado a gosto e misture até incorporar todos os ingredientes. Acerte o sal. Este molho fica com uma consistência granulada.

 

 

Sobremesas:

-Bolo Montanhês. É uma mistura de aveia, açúcar mascavo, baunilha, canela em pó, água e farinha de trigo. A cobertura é de açúcar mascavo, margarina, coco ralado e nomes moídas.

 

Bolo Montanhês

Ingredientes :
1 xícara de aveia (em flocos médios),
½ xícara de manteiga,
1 ½ xícara de açúcar mascavo,
1 colher (de chá) de baunilha,
1 colher (de chá) de canela em pó,
½ colher (de chá) de gengibre em pó,
4 colheres (de chá) de fermento em pó,
1 ½ xícara de farinha de trigo.
Cobertura:
3 colheres de manteiga derretida,
2/3 xícara de açúcar mascavo,
½ xícara de coco ralado,
½ xícara de nozes ou castanhas moídas.

 Modo de Preparo:
Coloque em uma tigela uma xícara de aveia. Despeje por cima uma xícara de água fervendo. Acrescente os ingredientes: manteiga, açúcar mascavo, baunilha, canela, gengibre, fermento e farinha de trigo. Misture bem e despeje em uma assadeira untada e polvilhada com farinha de trigo. Antes de levar a assar, espalhe por cima a cobertura. Misture tudo e espalhe sobre a massa. Leve a assar em forno moderado, por aproximadamente 35 minutos. Assar em tabuleiro, para ficar bem baixinho.


-Salada de frutas com chantilly, para os vegans chantilly de soja, ou creme de leite.

 

 -Mousse de frutas (os mais fáceis são de limão e maracujá).

 

Mousse de Maracujá ou Limão

 Ingredientes :
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
A mesma medida (da lata) de suco concentrado de maracujá ou o suco de 4 limões.

Modo de Preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até gerar uma mistura homogênea. Bote a mistura em uma forma e leve a geladeira. É simples e fica uma delícia. Para decorar, no caso se o mousse for de maracujá, coloque a polpa de um maracujá como cobertura e se o sabor for limão, coque raspas da fruta.

 

-Banana flambada.

 

 

 Banana Flambada

 

 Ingredientes:
3 colheres de açúcar
1 cálice de conhaque de boa qualidade
2 bananas pequenas
2 bolas de sorvete de creme

Modo de Preparo:
Aqueça uma frigideira por uns 2 minutos e em seguida coloque o açúcar para queimar. Quando estiver bem douradinho, coloque as bananas, mexendo para misturar bem com o açúcar queimado. Por último, coloque o conhaque, deixando que ele pegue fogo para flambar as bananas. Arrume as bananas no centro do prato e coloque duas bolas de sorvete ao lado. Se quiser, pode colocar chattily também.

 

 

 

 

 

-Rabanadas vegetarianas.

 Rabanada

Ingredientes :
3 pães franceses dormidos (de ontem)
2 xícaras (chá) de leite
198 g / ½ lata de leite condensado
Óleo, o quanto baste para fritar
½ xícara (chá) de açúcar mascavo
2 colheres (sopa) de canela em pó.

 

Modo de Preparo:
Corte os pães em fatias de 2,5 cm de espessura. Reserve. Coloque o leite e o leite condensado numa tigela e mexa em com uma colher. Reserve. Coloque o óleo numa panela média leve ao fogo alto para esquentar. Coloque algumas fatias de pão dentro da tigela com leite e deixe encharcar por 1 minuto de cada lado. Retire os pães do leite e coloque sobre uma peneira para pingar o excesso de líquido Retire as fatias da peneira e frite imediatamente. Frite as fatias por 2 minutos de cada lado, ou até que comecem a dourar. Repita a operação com cada fatia. Retire os pães com uma escumadeira e coloque sobre papel absorvente. Reserve. Se o óleo começar a ficar muito sujo, passe por uma peneira forrada com um pano limpo ou com algodão. Coloque o açúcar e a canela num prato e misture. Envolva cada fatia pela mistura. Sirva a seguir.

 

 

 

 

 

-Bolo de nozes com castanhas.

 

Bolo de Nozes

 Ingredientes :
1 copo (200 ml) de farinha de trigo integral
1 copo (200 ml) de farinha de trigo refinada
1 copo (200 ml) de maisena
1 colher de sopa cheia de fermento químico em pó
200 ml de óleo de soja
350 ml de água
150 ml de melado de cana
4 colheres de sopa cheias de açúcar mascavo
200g de nozes (você também pode usar outras sementes como amêndoas, castanhas, avelãs, pistaches ou o que você preferir para variar o sabor).

Modo de Preparo:
Misture numa tigela as farinhas, a maisena e o fermento. No liquidificador, coloque o óleo, a água, o melado, o açúcar e as nozes e bata por alguns instantes. Mistura tudo. Unte uma assadeira com óleo e farinha e despeje a mistura. Pré-aqueça o forno a 250 graus por uns 10min e coloque o bolo para assar por aproximadamente 1h ou até ficar no ponto. Fure o bolo com um palito, se este sair seco, o bolo estará pronto.

OBS: Não abra o forno antes de 30min, pois o bolo pode murchar.

 

 

-Frutas frescas.

 

Bebidas:

-Piña colada sem álcool.

Piña Colada sem álcool

 

 Ingredientes:

2 xícaras de pedaços de abacaxi
4 bananas
1 xícara de caldo de abacaxi
½ de leite de soja bem grosso
2 colheres (de sopa) de mel
1 colher (de chá) de baunilha
250 ml. de leite de coco
1 colher (de chá) de caldo de limão.

Modo de Preparo:
Coloque todos os ingredientes (menos o limão) no copo do liquidificador e ligue. Espere até ficar bem cremoso. Desligue. Acrescente o limão e bata rapidamente.

 

 

 -Sucos de frutas.
-Água.
-Espumante sem álcool.

 *Vera é a senhora que trabalha como cozinheira em casa.
A maioria das receitas daqui foi tirada de outros sites.

Ontem estava o maior solão em São Paulo, daí vim para o Guarujá, conforme descia a serra avistei muita neblina e no final, uma fina garoa. Pensei no carro não acredito, mais um final de semana chuvoso na praia… já havia passado uma dezena desses. Tudo bem, o que importa é que estou numa cidade linda rodeada de gente bacana, vamos ser otimistas!

Fachada do Tahiti do Morro do Maluf.

Fui almoçar no meu restaurante favorito da ilha o Tahiti, como faço todos os finais de semana e sempre elogio aqui o atendimento do garçom Ailton, porém dessa vez quem me atendeu foi um tal de Rômulo, ele não era tão simpático quanto o outro rapaz. Fizemos o nosso pedido e embora todos os pratos acompanhem uma carne, dizemos várias vezes que éramos vegetarianos e que a carne não deveria vir.

Esperamos, esperamos sério gente, esperamos mais de uma hora por nossos pratos e olha que o restaurante nem estava tão cheio, quando o prato veio à surpresa: sob todo macarrão, os legumes refogados e o brócolis um pedaço grosso de uma carne feia e suculenta, devia ter algum molho. Devolvi o prato, falei que já havia explicado que era vegetariana e não comeria daquela forma.

Falaram que iriam me mandar um novo macarrão, legumes e etc., mas para minha surpresa dois minutos depois o garçom vinha com o meu prato, olhei para ele e ainda via indícios do molho suculento da carne contaminando o resto dos alimentos. Obvio que não comi. Fiquei até as 15:30h da tarde em jejum. Algumas pessoas que comem carne podem achar frescura mas darei um exemplo bem simples se você estivesse chupando um sorvete e na sua frente visse um motoqueiro que caiu da moto e rachou o crânio e existe muito sangue na sua frente, uma das bolas do seu sorvete cai bem no ferimento, você pegaria o sorvete de volta e chuparia com sangue e tudo? Para uma vegetariana como eu, comer um humano, um filé ou o seu cachorrinho de estimação não tem a menor diferença.

Logo do restaurante e pizzaria.

De noite para aliviar o stress do almoço fomos a outro restaurante, escolhemos a pizzaria Hangar na Enseada, sem brincadeira parecia que estava vivendo um filme de horror de atendimento em restaurantes. Após sentarmos na mesa demorou uns 15 minutos para o garçom trazer o cardápio. Feito o pedido, chegou tudo, claro que não na mesma hora, menos o refigetante que minha mãe pediu, uma difici coca-cola, até o meu exótico suco de banana com laranaja já estava lá. Comemos e a coca-cola não chegava. Minha mãe foi até o balcão e fez o pedido. Fora que a gente mesmo servia as pizzas, Não ligo, mas era para o garçom fazer.

Salão do restaurante.

Em ambos os restaurantes não pagamos os 10% do garçom e explicamos que foi pelo mau atendimento. Agora to ponderando que as vezes é melhor ir para cozinha a se zangar e pagar uma conta alta ao final.

Hoje o dia amanheceu bonito aqui no Guarujá, acho que vai dar praia. A cidade já começou a encher é a temporada de veraneio chegando gente.

Enjoy it!

Update 31/01/09

Fui com minha família comer no restaurante Tahiti novamente e a Jô gerente veio me pedir desculpas pelo atendimento descrito no início do post. Achei simpático. De fato, depois do ocorrido, ficamos um tempo sem frequentar o local mas já faz um tempo que estamos de volta. Depois que não pagamos o 10% do garçom o Ailton nunca mais quis nos atender, quem nos atende agora é o Marcellus, sempre competente e simpático.

São Paulo é uma terra muito rica de oportunidades para o entretenimento, aqui podemos encontrar coisas de todas as culturas, de todos os lugares, se não fosse pelo transito e a violência arriscaria dizer que é uma terra perfeita, eclética… É onde tudo acontece no país, temos um litoral bem próximo (e com águas ainda limpas) e um interior ainda bem preservado com cachoeiras, montanhas e solo perfeito para esportes radicais. Temos comercio popular como o Brás, a rua 25 de Março, a rua José Paulino até moda de luxo no shopping Iguatemi e na rua Oscar Freire. E para fugir dessas mesmices de paulista que ama um shopping vou sugerir um programa digamos out door.

Bem perto da cidade de São Paulo, em Cotia existe um pedacinho da China no Brasil. O local se chama Templo Zu Lai, chega-se facilmente pela rodovia Raposo Tavares e é lindo, um ótimo passeio para a família e para quem gosta de um ambiente mais tranqüilo. O templo Zu Lai é lindo, grandioso, onipotente, rico, maravilhoso… Aquele tipo de construção que enche nossos olhos. Outra coisa que gosto muito lá é o jardim de lótus, uma flor típica da Ásia que só florece em ambientes quentes então se quiser ver os lótus, prefira o verão, no inverno até as folhas secam e a única coisa que é possível ver é um cabinho saindo da água, já que é um jardim aquático, dá até a impressão que estão mortos, mas florescem de novo no verão.

Os budistas são instruídos a serem vegetarianos também, então a lanchonete e o restaurante servem comidas ovo-lacto-vegetariana. Eu já comi lá duas ou três vezes, mas não gosto muito porque a gente tem que perguntar toda hora para os chinesinhos o que não tem ovo, já que não como ovo. Outra observação que devo fazer é que eles são fechadões e não muito receptivos. E outra! Não compre nenhuma bugiganga naquele bazar do templo, são extremamente caros! Qualquer coisa no bairro da Liberdade de São Paulo você pagará pelo menos três vezes menos.

Mas o passei vale a pena, para conhecer a construção do templo. Se chegar lá bem na hora que uma cerimônia estiver em andamento não entre na sala do templo, onde tem um altar com um Buda, eles não gostam e se chagar lá e estiver começando um ritual, lembre-se, não poderá sair antes do final e isso pode levar horas e horas. Além do belíssimo templo e do exótico jardim, lá você vai encontrar um pequeno bosque com sombra e um laguinho que as crianças adoram com tartatugas aquáticas e uma ponte no estilo chinês.

Vale à pena a visita.

Fotos da minha última ida ao Templo Zu Lai.

Entrada de serviço do Templo, olha como já é linda.

Bosque.

Ponte do lago.

Jardim.

Eu e minha mãe.

Espelho d’água.