Blog do Sonho Eterno

Posts Tagged ‘Vestido de Noiva

Rainha Victória e Albert

Rainha Victória e Albert

A tradição é meio diferente daquilo que nós, que vivemos num país católico, acreditamos. Não tem muito a ver com a pureza da noiva, muito menos com o costume do século passado onde somente as virgens tinham permissão casarem de branco, as outras tinham que optar por um vestido champanhe. Uma vergonha para toda a família!

 Durante a idade média era muito comum casar de vermelho e dourado, costume até hoje preservado por muitos orientais como, por exemplo, os indianos. Também se usou muito preto, que anos mais tarde foi atribuído as viúvas.

 Não existe uma precisão para dizer quem foi à primeira mulher a casar de branco, porém segundo os registros históricos apontam a Rainha Mary Struart da Escócia como a primeira mulher a usar o branco para casar. Isso já no século XVI. Um século depois a também Rainha Maria de Médice causou o maior frisson na corte francesa porque em seu casamento usou um vestido branco, com detalhes dourados e decote quadrado. Na época era costume só vestir roupas escuras, como Maria só tinha 14 anos, atribuíram o branco a sua pureza e inocência praticamente infantil. Nessa época o branco era atribuído também aos sacerdotes que usavam roupas brancas para rituais pegões.

 Porém a história mais famosa sobre o uso de vestido branco para casamento aconteceu séculos mais tarde. Em 1840 a Rainha Vitoria da Inglaterra, que foi provavelmente a primeira nobre a casar por amor, inclusive ela quem propôs casamento ao seu primo, o príncipe Albert da Saxônia-Coburgo, por quem era apaixonada desde a adolescência, porque na época não podia fazer um pedido desses a uma rainha. . Ela escolheu um lindo vestido de cetim branco acentuado por ramalhetes de flores de laranjeiras no braço. Acoplado a véu também branco, de renda projetado exclusivamente para a ocasião além de flores em sua cabeça. O decote do vestido deixava os ombros nús. A rainha não fez o uso da coroa, o que deixou todo mundo chocado.

 

Outra teoria ainda no período antecessor ao da Rainha Victória era que o processo de alvejamento (branqueamento) dos tecidos era muito caro. Somente os ricos (e nobres) tinham condições de ter roupas nessa cor. Como muitas mulheres não faziam um vestido exclusivamente para o casamento, já que o preço era bastante elevado e as pessoas tinham pouquíssimas roupas, costumava-se casar com a melhor peça que se tinha no armário, muitas vezes o branco, porque era uma cor nobre, pois era difícil de se obter. Com a glamourização do branco pela Rainha Victória, a partir dela, o branco para casamento tornou-se bastante popular e é um clássico até nos dias de hoje.

 Costumo brincar que o vestido branco para casamento é a tendência de moda mais antiga de todas, já que hoje em dia a moda é tão efêmera, onde uma roupa já nasce com os dias contados para tornar-se cafona.

 

Fonte: Reverbera Querida, Noiva Carioca, Rua Direita e Flávia Galli.

Anúncios

Estou super inspirada para escrever do casamento diferente dos outros. Já publicamos sobre um casamento simples, que parecia acontecer no quintal da casa dos noivos aqui. Depois, vimos o casamento de mano aqui, creio que esse gerou mais espanto.

Porem hoje o casamento é gótico. Sim, e é um casamento caprichado, de detalhes, daquele que, mesmo haja estranheza, a gente gosta. Eles são russos, já tinham uma filhinha e daí decidiram festejar (e oficializar) a união.


Ela, usou um vestido preto e ele um costume branco. O buquê super lindinho e estilizado, vermelho sangue, da mesma cor do cravo da lapela dele.


A filhinha deles, que coisa mais fofa. E esses olhões azuis como dia céu em dia ensolarado?


O casal de corpo inteiro. O noivo estava de botas.


O glamour da limousine.


O cabelo loiro dele foi trançado numa cordinha branca.


Vocês repararam que ela raspa parte da testa?

Diferente, não? Você casaria assim?

Ontem falamos de um casamento que parecia de quintal aqui, simples, mas bonito. Hoje, ainda inspirada para falar de bodas, achei outro casamento bem interessante, o de mano. Legal ou não, bonito ou feio, ousado ou tradicional, você decide, o importante é que o casal caiu completamente no tema e criou isso daqui:

 


Reparem que não tem pompa alguma. As damas de honra estão com a camiseta estampada com spray e mini-saia. A noiva exibe um vestido quase tradicional, se não fosse pela estampa também de spray. O noivo, um esculacho, parece que vai a um noite de rap em Carapicuíba. Ele usa boné de lado, camiseta e calça, com o mesmo tipo de estampa, e oversize.


Se o grande é o noivo, o pequeno deve ser o pajem.


O casal.


Pelo o que esta escrito na barriga da garotinha, ela deve ser filha da noiva.


Parece que estavam num casamento?


O Segundo look da noiva.

Inspirem-se.

 

Quando a gente fala em casamento, já pensa em festas pomposas, vestidos inspirados em bolos, noivos que parecem pingüim. Certo?

E.r.r.a.d.o!

A proposta do casal abaixo foi um pouco diferente, ela, se chama Nadja, é designer e fez com suas próprias mãos um vestido bem simples, com cara de roça. Ele, ao invés do tradicional fraque, optou por sandálias e bermuda jeans. Gostei bastante da proposta:

 


Reparem nos noivinhos, muito bonitinhos também.


Quero ver usar no dia-a-dia essa aliança feita de papel.


O buquê, mais tradicional, é um verdadeiro arraso.


Acho super aconchegante almoço no jardim.


Detalhes das bijuterias e do vestido.


Morango com chocolate, a melhor combinação de sabor!


E de noite teve mais.

Para visitar o blog da noiva, em inglês, clique aqui.

Aloha! Embora não somos um blog especializado em casamentos, vira e mexe algumas noivinhas passam por aqui com dúvidas, querendo dicas. Atendendo a pedidos, vamos falar de vestido de noiva havaiano.

Antes de pensar em fazer um casamento na praia leve em consideração alguns detalhes como o verão nem sempre pode ser uma boa opção já que aqui no Brasil o verão é muito quente e de tarde sempre tem aquele temporal. Outro detalhe importante é ter uma segunda opção, como uma tenda, por exemplo, se no grande dia estiver chovendo.

Os casamentos na praia geralmente são bonitos e românticos, mas alguns convidados podem ficar irritados com a areia no pé e tantos outros confusos no que vestir, já que não é de bom tom usar salto agulha na praia e nem vestidos longos cheio de brilho, deixe isso no guarda-roupa para uma festa mais formal, geralmente aquelas que começam após as 20h na cidade!

Separei alguns vestidos que achei num site especializado em vestido de noiva havaiano, repare na simplicidade e nos tecidos não muito nobres.


Se tiver calor e o casamento for à praia é uma ótima alternativa.


O comprimento longette também me agrada na praia, mas tome cuidado, ele pode dar a impressão que você é ainda menor.


Repare como os modelos são extremante simples.


Eu pensaria duas vezes antes de colocar um vestido de cauda na praia, ele ficará imundo, carregando areia, mato e tudo que encontrar pela frente.

Mais vestidos aqui.


1. O casal posa para a foto;
 2. Felipe e Mel se atrapalham na hoa de cortar o bolo;
3. Os noivos são clicados com o chef Valdomiro Santos

A eterna Lolita Mel Lisboa casou ontem, dia 8 de novembro em São Paulo com o musico percursionista Felipe Roseno. A cerimônia foi intimista na casa do amigo do casal Roberto Burstin, localizada no Jardim Europa, área nobre da cidade. Grávida de oito meses a atriz e seu noivo tiveram um convidado ilustre o cantor Ney Matogrosso, que além de trabalhar com Felipe, foi num show de Ney que os pombinhos se conheceram.


1. Os noivos posam com Daniel Alvim (ex-namorado de Mel) ePaula Burlamaqui;
2. Agora eles tiram foto com Ney Matogrosso.

O vestido simples da noiva é super tendência com essa faixa preta no peito, agora a moda permite uma corzinha nos vestidos da noiva. Só queria ver o sapato que ela usou, mas ainda não achei fotos!

Image Hosted by ImageShack.us

 

  Vocês se casariam com algum desses vestidos da Betsey? Eu casaria… achei lindo, ousado, criativo e modernoso. Quem estiver indo para New York e estiver prestes a casar tai a dica.

 

Image Hosted by ImageShack.us


Anúncios