Blog do Sonho Eterno

Archive for the ‘Dama de Honra’ Category

vail-colorado-wedding-16

Foi a pergunta que fiz na enquete aqui do blog. Eu concordei com o resultado, 88% das meninas disseram que sim, que convidarima uma mulher bonita para ser madrinha (ou dama de honra) do seu casamento. Isso demonstrou que as mulheres que votaram tem boa auto-estima, se acham lindas e não vêem a menor possibilidade do seu futuro marido se interessar na moçoila – o que seria um absurdo.

Na minha opinião, inclusive, é melhor convidar meninas bonitas para ficarem em destaques com você. Assim deixa a sua cerimônia de casamento ainda mais especial. Veja na foto acima a noiva é menor e mais gordinha que suas damas e mesmo assim, não perdeu o brilho.

Essa enquete fiz porque o Video Show, programa da tevê Globo a lançou durante a programação. Quem respondeu foram as atrizes da emissora, acho que meio sugestionadas a dizer que não chamariam uma mulher bonita para dividir o altar com elas no “grande dia”. Na verdade acredito que foram orientadas as dizerem isso por conta da novela Insensato Coração. Não assisto, mas pelo que me parece, uma mulher rouba o noivo da outra.

 

Vocês acham que a arte imita a vida? Pouco tempo antes a atriz Paola Oliveira, que na novela é a fura zói também esteve envolvida num escandalo. Parece que a atriz foi o pivô da separação de Thais Fersoza e Joaquim Lopes – seu atual namorado. Enfim, quem é mais bonita não entra no jogo, o que a gente não sabe quem é o mais mau caráter nessa história toda!

Anúncios

Olha que decoração mais cute de casamento e o mais impressionante, todos os arranjos florais foi a noiva quem fez. Veja as fotos:

As florezinhas de papel que enfeitavam as mesas também foram confeccionadas pela noiva super prendada. Que além de dar ao seu casamento um toque todo pessoal, economizou dinheiro.

Image #110673

Adoro essa história das damas de honra com roupas iguais. A damas também tem seus buquês.

Outra idéia que já ví em vários casamentos (e até outras festas) é o varal com fotos do casal. Uma idéia fofa e simpática que dá um efeito muito especial.

 

Fotos tiradas daqui.

O casamento abaixo de lindo e fofo estava super moderno. Adorei as combinações de cores fugindo dos clichês e apostando sim no pink como a cor dos detalhes.

charlotte wedding by kristin vining

A decoração foi classuda e elegante, abusando muito do branco com toques de verde. O Buquê da noiva era todo branco e de suas damas de honra tons de rosa, do mais claro ao vistoso pink.

charlotte wedding by kristin vining

Os boutonnières dos padrinhos são pink e o do noivo é branco, somente isso os diferencia, ja que o terno e a gravata são idênticos. Também amei o vestido das damas de honra, são conteporaneos e chiques.

charlotte wedding by kristin vining

charlotte wedding by kristin vining

Fui proibida de dizer minha frase típica caso um dia eu case! Meu namorado prefere a afirmação a suposição. Então vamos lá, quando casar, adoraria ter uma cerimônia parecida.

Fotos tiradas daqui.


São meninas que entram na igreja (salão de festas, templo ou qualquer lugar que for o casamento) antes que a noiva. Essa tradição é muito popular nos Estados Unidos e na Europa, eu particularmente acho muito legal, a invés de convidar crianças que podem ficar com vergonha, empacar na porta da cerimonia e estragar o seu grande dia.

O termo inglês é claramente menos honorífico que o francês “Demoiselle d’Honneur”, mas tem o mérito de ser mais explícito pois “Bridesmaid” que significa servindo à noiva

De onde veio a tradição?
É um costume antigo e especialmente comum entre os anglo-saxões que se instituíram na Inglaterra por volta do século V. Porém a tradição é ainda mais velha, foi em Roma que realmente nasceu esse hábito. Já naquela época os noivos eram precedidos por jovens da mais ou menos da mesma idade e com roupas semelhantes a dos cônjuges. Dessa forma acreditava-se que afastavam os maus espíritos que não podiam diferenciar os recém casados do resto do grupo e dessa maneira não poderia prejudica-los, assim o novo casal seria poupado da miséria.

Quem chamar?
Geralmente são as amigas adultas mais próximas, assim como as irmãs e primas da noiva. O ideal é que as damas de honra sejam solteiras, sendo assim, podem ser observadas por algum príncipe presente…

Para que servem?
As damas de honra não são apenas para abrilhantar a cerimonia de casamento. Elas tem um papel muito importante, pois sobre seus ombros repousa a de muitas responsabilidades como preparar o chá de panelas, ajudar a noiva se vestir no grande dia, colaborar com os preparativos da festa e no grande dia ou mesmo dar o apaoio moral a noiva. As damas de honra entram na igreja (no salão ou no templo) antes da noiva.

O que vestir?
Tradicionalmente escolhem-se vestidos iguais, o que dá um resultado muito bacana. Quem define o que as damas de honra vão usar são as noivas, claro que tem que agradar todas as meninas, as magricelas, as mais cheinhas, as altas e as baixinhas… o ideal é estudar um tipo de vestido que combine com o biótipo de todas as suas damas. Outra alternativa é a noiva escolher uma cor e deixar as damas escolherem livremente o modelo, assim será possível achar um modelo que combine com o corpo de cada menina, sem destoar nas fotografias.
O mais chique é que o vestido das damas de honra seja longo, mas em festas mais informais e de dia, permite-se vestidos um pouco abaixo do joelho. Pela etiqueta a noiva deve arcar com os custos dos vestidos.

Outro detalhe, os penteados e as maquiagens devem ser iguais.


A dama de honra deve carregar buquê?

Todas as damas de honra devem carregar pequenos buquês de flores parecidos com o da noiva, que não grite com sua roupa.

Quantas damas posso chamar?
Não existe uma regra! Gosto de número pares, pela estética mesmo, daí as damas entram de duas em duas. Sugiro no mínimo duas e no máximo seis. Se a gente começa a convidar muita gente para papeis especiais perde a exclusividade e a pessoa não se sente especial e sim alguém convidado apenas com interesses de um presente mais caro. Aqui vale uma ressalva, em Portugual acedita-se que números ímpares dão sorte, daí vai do gosto.

Só resta saber se essa moda pegará aqui no Brasil.

Fontes: Casamento e Cia, Neds in Love,